Busca avançada
Ano de início
Entree

Colisões nucleares relativísticas no LHC

Processo: 15/20723-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física Nuclear
Pesquisador responsável:Mauro Rogerio Cosentino
Beneficiário:Mauro Rogerio Cosentino
Instituição-sede: Centro de Ciências Naturais e Humanas (CCNH). Universidade Federal do ABC (UFABC). Ministério da Educação (Brasil). Santo André , SP, Brasil
Assunto(s):Plasma de quarks e glúons  Colisões de íons pesados relativísticos  Fótons  Grande Colisor de Hádrons  Experimento ALICE 

Resumo

Este projeto propõe a realização de pesquisa em física nuclear de altas energias no âmbitoda colaboração ALICE (A Large Ion Collider Experiment) do acelerador colisor de hádronsLHC (Large Hadron Collider) do laboratório europeu CERN (European Organization forNuclear Research). O programa proposto pretende realizar a análise de dados da colaboraçãoassociando-a a estudos de fenomenologia, bem como contribuir para o projeto de instrumentaçãoem fisica nuclear de altas energias no qual o grupo brasileiro ligado ao experimento ALICEse encontra engajado.O foco do projeto será nas observáveis mais energéticas (hard probes), tais como jatos efótons de alto momento. Esses mesmos temas serão explorados nos trabalhos de fenomenologiaem colaboração com outros pesquisadores do campo teórico.O projeto de intrumentação já encontra-se em andamento numa colaboração com diversasinstituições no estado de São Paulo capitaneada pelo Grupo de íons Pesados Relativísticos(GRIPER) do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IFUSP). Esse projeto visa aatualização da eletrônica de leitura do principal detector do ALICE, e a contribuição da UFABCpara o projeto se dará na fase de testes, cujo cronograma abrange os próximos trinta (30) meses.A participação no projeto de instrumentação tem ainda, entre seus objetivos, servir comomotivação inicial para o desenvolvimento de uma infra-estrutura de instrumentação em físicanuclear de altas energias na Universidade Federal do ABC (UFABC), com o objetivo maisamplo e de longo prazo de que essa infra-estrutura servirá de base para a participação em futurosprojetos que poderão ir além do horizonte dos experimentos do LHC. (AU)