Busca avançada
Ano de início
Entree

Avanços na compreensão da fisiopatologia da hiperplasia macronodular adrenocortical primária - PMAH (GP-PMAH)

Processo: 15/50192-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Convênio/Acordo: ANR
Pesquisador responsável:Maria Candida Barisson Villares Fragoso
Beneficiário:Maria Candida Barisson Villares Fragoso
Pesq. responsável no exterior: Jérôme Yves Bertherat
Instituição no exterior: Université Paris Descartes - Paris 5, França
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Claudimara Ferini Pacicco Lotfi ; Mirian Yumie Nishi
Bolsa(s) vinculada(s):17/11495-1 - Hiperplasia Adrenocortical Macronodular Primária: estudo morfológico, imuno-histoquímico e sua correlação com as alterações genético-moleculares, BP.DD
15/06146-2 - Estudo da frequência de mutação no ARMC5 em nódulos incidentais da suprarrenal associados ao hipercortisolismo subclínico, BP.DR
Assunto(s):Fisiopatologia  Doenças das glândulas suprarrenais  Hiperplasia macronodular da suprarrenal independente da ACTH  Síndrome de Cushing  Síndrome metabólica  Hidrocortisona 

Resumo

Síndrome de Cushing (SC) resulta de excesso crônico de cortisol e representa um arquétipo da síndrome metabólica (SM). A SM é uma condição definida como um complexo de componentes interligados de fatores de risco cardiovascular, tais como: obesidade, diabetes, HA e dislipidemia. Cerca de 2/3 dos pacientes com SC apresentação SM. A PMAH é uma causa de CS, geralmente diagnosticada entre 5 e 6 décadas. A duração da exposição e o excesso de cortisol e afinidade ao seu receptor são fatores de risco cardiovascular. A mortalidade é maior em pacientes que não receberam tratamento para o hipercortisolismo do que em pacientes curados, portanto, é imperativo o diagnóstico e tratamento precoces. O grupo do Prof. Jérôme Bertherat (França) e o grupo da Prof. Maria CBV Fragoso (Brasil), usando diferentes abordagens moleculares, identificamos o gene ARMC5 relacionado com PMAH em formas familiares e esporádicas. Mutações germinativas ocorreram em 55% dos casos familiais e em 21% dos esporádicos. O único estudo funcional do ARMC5 foi realizado pelo grupo francês em cultura de células de câncer de adrenal (NCI) os autores observaram a correlação com efeitos apoptóticos. Temos armazenado um banco de tecidos hiperplásico adrenal (em nitrogênio líquido – 180C) e de culturas de células, de pacientes com PMAH. Esta é uma oportunidade de desenvolver um estudo colaborativo para caracterizar essas culturas e realizar novos estudos funcionais em células de nódulos hiperplásicos com e sem mutações no ARMC5. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARISSON VILLARES FRAGOSO, MARIA CANDIDA; CAVALCANTE, ISADORA PONTES; FERREIRA, AMANDA MENESES; DE PAULA MARIANI, BEATRIZ MARINHO; PACICCO LOTFI, CLAUDIMARA FERINI. Genetics of primary macronodular adrenal hyperplasia. PRESSE MEDICALE, v. 47, n. 7-8, 2, SI, p. E139-E149, JUL-AUG 2018. Citações Web of Science: 3.
CAVALCANTE, ISADORA P.; NISHI, MIRIAN; ZERBINI, MARIA CLAUDIA N.; ALMEIDA, MADSON Q.; BRONDANI, VANIA B.; ANHAIA DE ARRUDA BOTELHO, MARIA LUIZA; TANNO, FABIO Y.; SROUGI, VICTOR; CHAMBO, JOSE LUIS; MENDONCA, BERENICE B.; BERTHERAT, JEROME; LOTFI, CLAUDIMARA F. P.; FRAGOSO, MARIA CANDIDA B. V. The role of ARMC5 in human cell cultures from nodules of primary macronodular adrenocortical hyperplasia (PMAH). Molecular and Cellular Endocrinology, v. 460, n. C, p. 36-46, JAN 15 2018. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.