Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do mecanismo de hipóxia e efeito das células-tronco derivadas do tecido adiposo na progressão da doença renal em Ratos SHR com síndrome metabólica

Processo: 15/22318-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Miguel Cendoroglo Neto
Beneficiário:Miguel Cendoroglo Neto
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Beata Marie Redublo Quinto ; Marcelo Costa Batista ; Maria Aparecida Dalboni ; Mário Luís Ribeiro Cesaretti ; Renata Nakamichi ; Vivian Regina Tristão
Assunto(s):Anóxia  Nefrologia  Síndrome metabólica  Nefropatias  Inflamação 

Resumo

RESUMOAtualmente o tecido adiposo tornou-se alvo de grande interesse na comunidade científica, não somente por ser considerado um órgão de ação endócrina e parácrina que sintetiza inúmeras proteínas implicadas na fisiopatologia da obesidade e Síndrome Metabólica, como também por ser considerado uma importante fonte de células-tronco, que possuem capacidade de se diferenciarem e proliferarem em inúmeros tipos celulares, tais como adipócitos, fibroblastos, macrófagos, células endoteliais e mesenquimais. Recentes estudos têm sido realizados com o intuito de utilizar as células tronco derivadas do tecido adiposo na prevenção e tratamento da progressão da doença renal, resistência à insulina e doenças cardiovasculares. De fato, evidencias apontam que o transplante de células-tronco advindas do tecido adiposo em ratos com isquemia cardíaca resultou em aumento da densidade capilar na área infartada, sugerindo que estas células possuem a habilidade de se diferenciarem em cardimiócitos e promoverem a neovascularização. Adicionalmente, estudos sugerem que as células-tronco provenientes do tecido adiposo não somente possui a habilidade de se diferenciar em outros tipos celulares como também são capazes de participar na redução de proteínas inflamatórias em camundongos com isquemia renal.Baseado no conhecimento da propriedade multipotente das células-tronco derivadas do tecido adiposo e de sua capacidade em se diferenciarem em diversas linhagens celulares sendo largamente estudadas na prevenção e tratamento de diversas patologias como disfunção renal, este trabalho tem como objetivo a utilização destas células no tratamento da Síndrome Metabólica, um conjunto de anormalidades metabólicas e hemodinâmicas que está relacionada a um significativo aumento de injúria renal. (AU)