Busca avançada
Ano de início
Entree

Investigação do potencial envolvimento da fímbria PIL na eficiência da adesão de Cepas de Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) que co-expressam os padrões de adesão localizada e agregativa em Células HeLa

Processo: 15/05971-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Biologia e Fisiologia dos Microorganismos
Pesquisador responsável:Tânia Aparecida Tardelli Gomes do Amaral
Beneficiário:Tânia Aparecida Tardelli Gomes do Amaral
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Bruna Gil Garcia ; Martha Harumi Sonobe ; Mônica Aparecida Midolli Vieira ; Rodrigo Tavanelli Hernandes ; Roxane Maria Fontes Piazza
Assunto(s):Diarreia  Escherichia coli enteropatogênica 

Resumo

Cepas de Escherichia coli enteropatogênica (EPEC) causam lesão intestinal característica (lesão attaching/effacing, A/E), sendo identificadas pela produção do padrão de adesão localizada (AL+) em células HeLa. Cepas de EPEC AL+ do sorotipo O119:H6 constituíram, por muitas décadas, um dos agentes de diarreia infantil mais frequentes em nosso meio. Entretanto, temos identificado cepas desse sorotipo que produzem AL e adesão agregativa (AA) simultaneamente (AL/AA+). Porém, AA é característica de cepas de E. coli enteroagregativa (EAEC), que colonizam o intestino humano formando biofilmes proeminentes. Demonstramos recentemente que a transferência horizontal de um plasmídeo de ~80 kb (pGM80) de uma cepa O119:H6 AL/AA+ para uma cepa de E. coli não aderente resultou em transconjugantes AA+. O sequenciamento de pGM80 revelou a presença do operon pil, que codifica uma variante de Pil, fímbria responsável por AA em algumas cepas de EAEC. Assim, questionamos se a aquisição por EPEC de genes que codificam adesinas associadas com AA resultaria em clones mais virulentos. Entretanto, a produção de Pil, bem como seu envolvimento no fenótipo AA e na formação de biofilme em cepas AL/AA+ necessita comprovação e a distribuição de pil em cepas de EPEC AL+ e AL/AA+ carece de investigação. Neste estudo, pretendemos demonstrar a produção de Pil e seu envolvimento no fenótipo AA e na produção de biofilme, em cepas de EPEC AL/AA+, e investigar e comparar a distribuição e a expressão do operon pil em cepas de EPEC AL+ e AL/AA+ de diferentes sorotipos e regiões. Os operons pil de outras cepas AL/AA+ serão comparados por sequenciamento e o potencial de transferência de pGM80 para cepas de outros sorotipos de EPEC será avaliado. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GARCIA, BRUNA G.; CASTRO, FELIPE S.; VIEIRA, MONICA A. M.; GIRAO, DENNYS M.; UENISHI, LUCAS T.; CERGOLE-NOVELLA, MARIA C.; DOS SANTOS, LUIS F.; PIAZZA, ROXANE M. F.; HERNANDES, RODRIGO T.; GOMES, TANIA A. T. Distribution of the pilS gene in Escherichia coli pathovars, its transfer ability and influence in the typical enteropathogenic E-coli adherence phenotype. INTERNATIONAL JOURNAL OF MEDICAL MICROBIOLOGY, v. 309, n. 1, p. 66-72, JAN 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.