Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de produtos clareadores dentais experimentais baseados em princípios dos processos oxidativos avançados: análise dos efeitos estéticos e biológicos

Processo: 15/21770-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Materiais Odontológicos
Pesquisador responsável:Carlos Alberto de Souza Costa
Beneficiário:Carlos Alberto de Souza Costa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOAr). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Diana Gabriela Soares dos Passos ; Fernanda Gonçalves Basso ; Josimeri Hebling Costa
Assunto(s):Toxicidade  Clareamento de dente  Peróxido de hidrogênio  Processos oxidativos avançados 

Resumo

O escopo desafiador desta pesquisa será desenvolver produtos clareadores inovadores que aliem eficácia estética e biocompatibilidade com o tecido pulpar. O princípio de desenvolvimento destes produtos será baseado em otimizar a formação de radicais hidroxilas (HO*) a partir de baixas concentrações de peróxido de hidrogênio (H2O2), com o objetivo de aumentar a reatividade do produto clareador com a estrutura dental, e assim inibir a difusão de H2O2 residual para a câmara pulpar. A indução da degradação do H2O2 para originar HO* será baseada no princípio dos Processos Oxidativos Avançados (POA), por meio das reações de Fenton, Foto-Fenton e Fenton-Modificada, via formulação de fases catalisadoras contendo ferro, manganês ou uma peroxidase hemica como princípio ativo. Dois produtos distintos serão inicialmente formulados: 1) espessante catalisador (EP), o qual será misturado à fase H2O2 para formação de um gel clareador; e 2) primer catalisador (PR), o qual será aplicado sobre a estrutura dental antes do clareamento. Na Fase 1, será determinada uma formulação de cada produto (EP e PR) para cada catalisador em análise. A efetividade na formação de HO* e presença de H2O2 residual nos produtos serão avaliadas, sendo as variáveis pH, proporção catalisador/H2O2 e associação com fotocatálise testadas. Em seguida (Fase 2), será realizada análise inicial dos efeitos estéticos e biológicos dos produtos formulados. Para tanto, discos de esmalte/dentina (3,5 mm espessura) serão adaptados em câmaras pulpares artificiais (CPAs), as quais serão posicionadas em compartimentos contendo meio de cultura. Os produtos serão aplicados sobre o esmalte dental por 45 min. Imediatamente após, o meio de cultura em contato com a dentina (extrato) será coletado e aplicado sobre cultura primária de células pulpares humanas (HDPCs) previamente semeadas em placas de acrílio esterilizadas. A viabilidade celular e estresse oxidativo serão mensurados após 60 min de contato com os extratos. A difusão H2O2/HO* pela estrutura dental, bem como a eficácia clareadora serão avaliadas. De acordo com os resultados obtidos, uma formulação para cada produto (EP e PR) será selecionada para a Fase 3, sendo o protocolo de aplicação determinado de acordo com a espessura de esmalte/dentina do substrato dental. Assim, discos com duas espessuras distintas serão obtidos (2,0-2,5 mm e 3,5-4,0 mm), sendo os produtos aplicados sobre o esmalte por 1x 45, 1x30, 1x10 e 1x5 min. Os mesmos parâmetros estéticos e biológicos serão avaliados. A última etapa deste projeto (Fase 4) será constituída por uma análise detalhada dos efeitos biológicos dos produtos/protocolos experimentais, sobre células pulpares humanas em modelo de cultura 3D in vitro, bem como sobre o tecido pulpar humano in situ. Mecanismos relacionados com o estresse oxidativo, inflamação e regeneração tecidual serão avaliados. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística específica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ORTECHO-ZUTA, U.; DE OLIVEIRA DUQUE, C. C.; LEITE, M. L.; BORDINI, E. A. F.; BASSO, F. G.; HEBLING, J.; DE SOUZA COSTA, C. A.; SOARES, D. G. Effects of Enzymatic Activation of Bleaching Gels on Hydrogen Peroxide Degradation Rates, Bleaching Effectiveness, and Cytotoxicity. Operative Dentistry, v. 44, n. 4, p. 414-423, JUL-AUG 2019. Citações Web of Science: 1.
SOARES, DIANA GABRIELA; MARCOMINI, NATALIA; DE OLIVEIRA DUQUE, CARLA CAROLINE; BORDINI, ESTERALVES FERREIRA; ZUTA, UXUA ORTECHO; BASSO, FERNANDA GONCALVES; HEBLING, JOSIMERI; DE SOUZA COSTA, CARLOS ALBERTO. Increased whitening efficacy and reduced cytotoxicity are achieved by the chemical activation of a highly concentrated hydrogen peroxide bleaching gel. Journal of Applied Oral Science, v. 27, 2019. Citações Web of Science: 1.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.