Busca avançada
Ano de início
Entree

Cães e gatos domésticos em unidades de conservação: quais os impactos sobre carnívoros selvagens e implicações em saúde pública? Estudo de caso do Parque Estadual Carlos Botelho

Processo: 15/21954-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Pesquisador responsável:Fernando Ferreira
Beneficiário:Fernando Ferreira
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Adriana Cortez ; Ana Pérola Drulla Brandão ; Anaiá da Paixão Sevá ; Beatriz de Mello Beisiegel ; Juliana Suieko Shimabukuro ; Marcos Bryan Heinemann ; Ricardo Augusto Dias ; Rodrigo Martins Soares ; Ronaldo Gonçalves Morato ; Silvia Neri Godoy
Assunto(s):Epidemiologia  Saúde pública 

Resumo

O Projeto "Cães e gatos domésticos em unidades de conservação: quais os impactos sobre carnívoros selvagens e implicações em saúde pública? Estudo de caso do Parque Estadual Carlos Botelho" faz parte do Programa Cãoservação, que visa um meio ambiente melhor para carnívoros selvagens, domésticos e consequentemente o homem. Trata-se de um projeto em uma unidade de conservação (UC) no estado de São Paulo, que abriga um importante remanescente de Mata Atlântica, tal que vem sendo cada vez mais afetada pelo uso desordenado do solo, em especial pelo crescimento dos bairros do entorno, com consequente aumento da população de animais domésticos que transitam livremente nas margens e interior do Parque. O problema de superpopulação de cães e gatos domésticos é compartilhado por inúmeras UCs atualmente, e acaba determinando um íntimo contato entre carnívoros domésticos e selvagens. O projeto visa caracterizar e quantificar o fluxo de entrada e a área de uso de cães e gatos domésticos no interior do PECB, identificando os impactos sobre os carnívoros selvagens, em especial o fluxo de agentes etiológicos, capaz de atingir ambas as populações e também o homem. Os resultados obtidos subsidiarão a elaboração de uma proposta de gestão sanitária e educação em saúde para a região do entorno do Parque, visando a implementação de políticas públicas permanentes pela prefeitura local. Essa proposta contemplará ações que minimizem o contato entre animais domésticos e carnívoros selvagens, aumentem a sobrevida a longo prazo das espécies locais e melhorem a qualidade de vida dos habitantes da região, além de servir como modelo podendo ser replicada em outras unidades de conservação que vêm enfrentando a mesma problemática. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ANAIÁ P. SEVÁ; ANA PÉROLA D. BRANDÃO; SILVIA N. GODOY; GISELE O. SOUZA; ANTONIO FRANCISCO SOUZA FILHO; TATIANA JIMENEZ-VILLEGAS; MARCOS BRYAN HEINEMANN; FERNANDO FERREIRA. Seroprevalence and incidence of Leptospira spp. in domestic dogs in the Southeast region of Sao Paulo State, Brazil. Pesquisa Veterinária Brasileira, v. 40, n. 5, p. 399-407, Maio 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.