Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização do tecido ósseo formado durante o processo de reparo alveolar e a osseointegração em ratos submetidos a terapia anti-osteoporose. aspectos histológicos, histométricos, imunoistoquímicos, moleculares e tridimensionais

Processo: 15/14688-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Cirurgia Buco-maxilo-facial
Pesquisador responsável:Roberta Okamoto
Beneficiário:Roberta Okamoto
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araçatuba. Araçatuba , SP, Brasil
Pesq. associados:Alexandre Rodrigues Freire ; Ana Cláudia Rossi ; Felippe Bevilacqua Prado ; Leonardo Perez Faverani ; Mariza Akemi Matsumoto ; Paulo Roberto Botacin
Assunto(s):Regeneração óssea  Implantes dentários  Teriparatida  Osteoporose 

Resumo

A osteoporose é a desordem metabólica do tecido ósseo mais comum em mulheres no período pós-menopausa, causada pela deficiência de estrógeno. Também atinge os homens, porém numa menor incidência, e geralmente ocorre por redução da produção de testosterona, que sofrerá o processo de aromatização em estrógeno. Com o intuito de compreender o comportamento reparacional ósseo alveolar e ao redor de implantes osseointegráveis, esta pesquisa investigará a ação de medicações anti-osteoporose em ratos. Para tanto, ratos Wistar adultos jovens, machos e fêmeas (n=8 para cada grupo e subgrupo) serão divididos de acordo com a osteoporose induzida e medicamento anti-osteoporose: os ratos machos serão submetidos à orquiectomia bilateral, enquanto que as fêmeas, à ovariectomia bilateral. Como controle positivo, um grupo de ratos serão submetidos somente à cirurgia fictícia de ovariectomia/orquiectomia (Sham). Os animais aguardarão 30 dias para indução da osteoporose e assim, iniciará o tratamento medicamentoso com ranelato de estrôncio ou opg-fc humana por meio de gavagem ou via subcutânea nas ratas, e com teriparatida pela via subcutânea nos ratos. Após 30 dias, os animais serão submetidos à exodontia do incisivo superior direito (reparo alveolar) ou à instalação de implantes nas tíbias (reparo ósseo periimplantar). A eutanásia dos animais será aos 14 e 42 dias após a instalação dos implantes, para as análises com tecidos descalcificados (histológica e imunoistoquímica: OPG, RANKL, OC, TRAP, via Wnt). Um grupo de animais aos 42 dias, antes da eutanásia serão anestesiados, realizado o torque reverso (N.cm) e posterior coleta do tecido periimplantar para extração do RNA, confecção do cDNA e análise da expressão do PCR array. Nestes mesmos períodos, outros grupos de animais serão submetidos à administração de fluorocromos na dose de 20 mg/kg (calceina aos 14 dias e alizarina, aos 42 dias). Estes serão submetidos à eutanásia, 60 dias após a instalação dos implantes, para posterior processamento laboratorial para cortes calcificados (microtomografia, análise da dinâmica óssea periimplantar, BIC e AON). Os dados quantitativos serão submetidos ao teste estatístico apropriado (paramétrico ou não paramétrico), com nível de significância de 5%. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DE OLIVEIRA, DANILA; PUTTINI, IGOR DE OLIVEIRA; SILVA GOMES-FERREIRA, PEDRO HENRIQUE; PALIN, LETICIA PITOL; MATSUMOTO, MARIZA AKEMI; OKAMOTO, ROBERTA. Effect of intermittent teriparatide (PTH 1-34) on the alveolar healing process in orchiectomized rats. CLINICAL ORAL INVESTIGATIONS, v. 23, n. 5, p. 2313-2322, MAY 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.