Busca avançada
Ano de início
Entree

Alterações em conchas de Lottia subrugosa como possível biomarcador para áreas costeiras multi-impactadas

Processo: 15/25063-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Oceanografia - Oceanografia Biológica
Pesquisador responsável:Ítalo Braga de Castro
Beneficiário:Ítalo Braga de Castro
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Auxílios(s) vinculado(s):16/50409-0 - Shell alterations in gastropod mollusks as putative biomarker for multi-impacted coasted areas, AP.R
Assunto(s):Portos  Contaminação  Ecotoxicologia 

Resumo

Devido a sua importância ecológica e econômica, moluscos são amplamente estudados e utilizados como modelos em estudos sobre contaminação e toxicologia ambiental. Isso ocorre em virtude desses animais apresentarem ampla distribuição geográfica, grande abundância, serem facilmente amostrados no ambiente, além de possuírem comportamento sedentário e grande capacidade de bioacumular contaminantes. Estudos realizados com gastrópodes e bivalves têm mostrado que alterações morfológicas nas conchas podem também ser induzidas pela exposição desses organismos a substâncias químicas perigosas. Dessa forma, o presente estudo utilizará o molusco gastrópode Lottia subrugosa (d'Orbigny, 1846) como modelo para avaliar a presença de anomalias na concha e sua relação com a expressão de biomarcadores de efeito ao longo de gradientes de contaminação bem estabelecidos no litoral brasileiro. Estudos preliminares (ainda não publicados) realizados por nosso grupo de pesquisas revelaram variações estatisticamente significativas no tamanho, peso, densidade e forma de conchas de L. subrugosa coletados ao longo de um conhecido gradiente de contaminação no canal de acesso ao porto de Santos (São Paulo). Sendo assim, existem fortes evidências de que a espécie selecionada para realização do presente estudo possui potencial para utilização como bioindicador de qualidade ambiental em zonas multi-impactadas. Espera-se, portanto, que a presente abordagem possa ser usada como uma ferramenta alternativa às complexas, demoradas e caras análises utilizadas para avaliar a presença e os efeitos de contaminantes em ambientes marinhos. Sendo assim, a proposição das alterações de concha em L. subrugosa como novo biomarcador poderá revolucionar a forma como as avaliações de qualidade ambiental são atualmente realizadas. Adicionalmente, o projeto contribuirá com formação de pessoal especializado em nível de graduação e pós graduação, assim como produzirá informação científica inovadora para área de conhecimento. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOUVEIA, NAYARA; OLIVEIRA, CAROLINA R. M.; MARTINS, CAMILA P.; MARANHO, LUCIANE A.; PEREIRA, CAMILO DIAS SEABRA; DE ORTE, MANOELA R.; HARAYASHIKI, CYNTIA A. Y.; ALMEIDA, SERGIO M.; CASTRO, ITALO B. Can shell alterations in limpets be used as alternative biomarkers of coastal contamination?. Chemosphere, v. 224, p. 9-19, JUN 2019. Citações Web of Science: 0.
BEGLIOMINI, FELIPE NINCAO; MACIEL, DANIELE CLAUDINO; DE ALMEIDA, SERGIO MENDONCA; ABESSA, DENIS MOLEDO; MARANHO, LUCIANE ALVES; PEREIRA, CAMILO SEABRA; YOGUI, GILVAN TAKESHI; ZANARDI-LAMARDO, ELIETE; CASTRO, ITALO BRAGA. Shell alterations in limpets as putative biomarkers for multi-impacted coastal areas. Environmental Pollution, v. 226, p. 494-503, JUL 2017. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.