Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto PowerID, etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na Internet das Coisas

Processo: 15/50477-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Manoel Vitório Barbin
Beneficiário:Manoel Vitório Barbin
Empresa:Pullup Soluções Sistemas Eletrônicos Ltda
Município: São Paulo
Vinculado ao auxílio:13/50923-8 - PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na Internet das Coisas, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):16/15198-9 - Projeto PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na Internet das Coisas, BP.TT
16/06761-1 - Projeto PowerID, etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na Internet das Coisas, BP.TT
16/05782-5 - Projeto PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na internet das coisas, BP.TT
16/08196-0 - Projeto PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na internet das coisas, BP.TT
16/05620-5 - Projeto PowerID: etiqueta de RFID com sensor de energia elétrica para aplicação na internet das coisas, BP.PIPE
Assunto(s):Sensores inteligentes  Automação predial  Radiofrequência  Internet das coisas 

Resumo

O projeto baseia-se no estudo e desenvolvimento de um sensor/ etiqueta de RFID passiva para operação na faixa de 900 MHz, em UHF. A ideia fundamental é realizar a monitoração do consumo da energia fornecida pela rede de elétrica para equipamentos diversos, em especial, eletroeletrônicos, existentes em milhões de residências no mundo. Através da utilização de um sensor de corrente, conectado a um circuito integrado de RFID, operando em UHF, a etiqueta indica para o sistema a existência, ou não, de consumo por um equipamento. A energia necessária para o funcionamento do circuito integrado deriva do sinal de RF captado pela antena da etiqueta, dispensando o uso de baterias ou alimentação externa. Esta característica determina o tipo de etiqueta, neste caso, denominada de passiva, que são, em geral, mais simples e baratas que as ativas, com fonte externa... (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.