Busca avançada
Ano de início
Entree

Componentes da diversidade beta em peixes de riachos costeiros da Baixada Santista (SP)

Processo: 15/18013-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de março de 2016 - 28 de fevereiro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Fabio Cop Ferreira
Beneficiário:Fabio Cop Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Saúde e Sociedade (ISS). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus Baixada Santista. Santos , SP, Brasil
Pesq. associados:Gislene Torrente Vilara ; Mauricio Cetra ; Miguel Petrelli Junior ; Ursulla Pereira Souza ; Walter Barrella
Assunto(s):Mata Atlântica  Habitat  Metacomunidades  Ecossistemas aquáticos  Ecossistemas fluviais  Rios  Peixes  Conservação dos recursos naturais   Baixada Santista (SP) 

Resumo

A diversidade beta em sistemas fluviais é influenciada pela disponibilidade de hábitats, interações entre espécies e capacidade de dispersão dos organismos. Predizer e amenizar o efeito de alterações antrópicas nestes sistemas depende do conhecimento de quais processos são importantes para a manutenção da diversidade em escalas locais e regionais. Devido a estrutura espacial das bacias hidrográficas, espera-se por exemplo que em trechos à jusante a capacidade de dispersão seja maior, enquanto em áreas de cabeceira, a disponibilidade local de hábitats seja o principal determinante da diversidade de espécies. Este projeto visa analisar os efeitos da heterogeneidade ambiental e estrutura espacial sobre a diversidade beta em metacomunidades de peixes em riachos da Baixada Santista (SP). Componentes da diversidade beta (adição e substituição de espécies) serão analisados em múltiplas escalas espaciais (dentro das microbacias e entre microbacias). Os ambientes serão descritos por variáveis locais relacionadas à dimensão e estrutura funcional dos ecossistemas e variáveis regionais relativas à estrutura espacial nas microbacias. Os resultados irão medir a importância relativa de fatores locais e regionais sobre a diversidade taxonômica e funcional, visando a recomendação de medidas de conservação para riachos da Baixada Santista. (AU)