Busca avançada
Ano de início
Entree

Butterflies of the Bodoquena plateau in Brazil (Lepidoptera, Papilionoidea)

Resumo

Borboletas e mariposas são encontrados em todos os ambientes terrestres e exigem esforços para uma melhor compreensão da sua megadiversidade. Estes táxons têm sido objeto de vários estudos envolvendo a filogenia, a ecologia e impactos ambientais. No entanto, várias áreas nos trópicos continuam inexploradas, resultando em lacunas na composição taxonômica e distribuição de borboletas em ambientes endêmicos. Portanto,um levantamento da fauna de borboletas do Planalto da Bodoquena no Brasil foi realizado. Esta zona é constituída por Mata-Atlântica, com influências marginais de Cerrado, Chaco e Pantanal. A amostragem foi realizada em 20 locais utilizando armadilhas Van Someren Rydon e rede entomológica entre Novembro de 2009 e Abril de 2015. Coleta ativas de indivíduos foi realizada a partir de 9:00 às 17:00h, totalizando 240 horas de esforço de amostragem. No total, foram registrados 768 indivíduos pertencentes a 146 espécies de 98 gêneros, seis famílias e 18 subfamílias. Nymphalidae foi a família mais rica (84 espécies), seguido por Hesperiidae (22 espécies), Riodinidae (14 espécies), Pieridae (12) Papilionidae (11 espécies) e Lycaenidae (cinco espécies). Nós amostramos 239 ninfalídeos em armadilhas, com 48 espécies, 30 gêneros, 15 tribos e cinco subfamílias. As espécies mais comuns foram Eunica macris (Godart, 1824), Dynamine artemisia (Fabricius, 1793) e Memphis moruus (Fabricius, 1775). Portanto, este estudo contribui para o conhecimento das borboletas neotropicais, sua diversidade e distribuição, fornecendo 37 novos registros e apoiando a utilização de inventários como ferramentas importantes para o conhecimento das florestas tropicais e a conservação da sua biodiversidade. (AU)