Busca avançada
Ano de início
Entree

Utilização do Lambari Deuterodon Iguape como alternativa de isca-viva para a pesca esportiva estuarina

Processo: 15/24742-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca - Recursos Pesqueiros de Águas Interiores
Pesquisador responsável:Marcelo Barbosa Henriques
Beneficiário:Marcelo Barbosa Henriques
Instituição-sede: Instituto de Pesca. Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Edison Barbieri ; Newton José Rodrigues da Silva
Assunto(s):Metabolismo  Pesca 

Resumo

O turismo de pesca cresce continuamente no Brasil, pescadores artesanais atendem a demanda da pesca amadora, capturando e comercializando camarões vivos para serem utilizados como iscas-vivas. Este estudo tem o objetivo de verificar o potencial de utilização do lambari da mata atlântica Deuterodon iguape como alternativa de isca-viva para a pesca esportiva estuarina, analisando a Concentração Letal (CL50), calculada pelo método estatístico Trimmed Spearman-Karber, para diferentes condições de salinidade e as mudanças metabólicas para cada salinidade testada. Os efeitos da salinidade no metabolismo de rotina de D. iguape serão avaliados por meio de análises hematológicas, do consumo de oxigênio e excreção de amônia, utilizando-se respirômetros selados. Os tratamentos de salinidades analisados serão 0 (controle), 5, 10, 15, 20, 25, 30 e 35 g L-1. A diferença entre as concentrações de oxigênio e amônia, determinados no início e no final do confinamento, representarão o consumo e a excreção durante o período. A média específica de consumo de oxigênio e excreção de amônia pelos lambaris será avaliada por meio de análise de variância (ANOVA) e teste de Tukey comparação múltipla (p <0,05). Posteriormente, será comparada a eficiência da utilização do lambari como isca-viva na pesca esportiva do robalo (Centropomus spp.). Serão utilizados seis barcos com dois pescadores cada, que atuam na região da Baixada Santista e utilizam tradicionalmente o camarão branco Litopenaeus schmitti como isca-viva. Serão monitoradas três saídas para pescarias de cada barco, com 12 lances de vara para cada saída, seis com camarão e seis com lambari. Serão registrados o número de peixes fisgados para cada isca e o tempo de duração da pescaria. Os resultados serão avaliados por meio de análise de variância (ANOVA). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BARBIERI, EDISON; LENZ, RAFAELA MARINA; DE NASCIMENTO, AMERICA ANDRADE; DE ALMEIDA, GENESI LOPES; ROSELLI, LARISSA YOSHIDA; HENRIQUES, MARCELO BARBOSA. LETHAL AND SUBLETHAL EFFECTS OF AMMONIA IN Deuterodon iguape (Eigenmann 1907), POTENTIAL SPECIES FOR BRAZILIAN AQUACULTURE. BOLETIM DO INSTITUTO DE PESCA, v. 45, n. 1 2019. Citações Web of Science: 0.
BARBIERI, EDISON; OLIVEIRA REZENDE, KARINA FERNANDES; CARNEIRO, JULIA SCHULZ; HENRIQUES, MARCELO BARBOSA. METABOLIC AND HISTOLOGICAL ALTERATIONS AFTER EXPOSING Deuterodon iguape TO DIFFERENT SALINITIES. BOLETIM DO INSTITUTO DE PESCA, v. 45, n. 2 2019. Citações Web of Science: 0.
HENRIQUES, MARCELO BARBOSA; FAGUNDES, LUCIO; PETESSE, MARIA LETIZIA; RODRIGUES DA SILVA, NEWTON JOSE; OLIVEIRA REZENDE, KARINA FERNANDES; BARBIERI, EDISON. Lambari fish Deuterodon iguape as an alternative to live bait for estuarine recreational fishing. FISHERIES MANAGEMENT AND ECOLOGY, v. 25, n. 5, p. 400-407, OCT 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.