Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da expressão proteica por imunoistoquímica dos receptores da família erbb no carcinoma epidermóide de vulva

Processo: 15/24718-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Anatomia Patológica e Patologia Clínica
Pesquisador responsável:Glauco Baiocchi Neto
Beneficiário:Glauco Baiocchi Neto
Instituição-sede: A C Camargo Cancer Center. Fundação Antonio Prudente (FAP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Isabela Werneck da Cunha ; Louise de Brot Andrade
Assunto(s):Imuno-histoquímica  Peixes  Neoplasias vulvares  Prognóstico 

Resumo

Introdução: O câncer de vulva é uma neoplasia maligna pouco frequente e corresponde a cerca de 3-5% dos cânceres ginecológicos. O prognóstico está relacionado principalmente com o comprometimento linfonodal e estádio da doença. A principal modalidade de tratamento do câncer de vulva é a cirurgia e inclui a ressecção do tumor primário assim como os linfonodos inguinofemorais correspondentes. Apesar dos fatores prognósticos anatomopatológicos já terem sido amplamente estudados, o tratamento ainda inclui cirurgias mutiladoras e os dados referentes a marcadores moleculares prognósticos é escasso. A identificação de marcadores moleculares no câncer de vulva pode contribuir para o melhor conhecimento da doença e possível desenvolvimento de novas estratégias de tratamento. Nesse cenário, os receptores da família ERBB foram pouco estudados no carcinoma epidermóide de vulva. Objetivos: 1- Avaliar a expressão imunoistoquímica dos receptores da família ERBB no carcinoma epidermóide da vulva. 2- Avaliar a expressão imunoistoquímica dos receptores da família ERBB nos linfonodos metastáticos; 2. Avaliar o papel prognóstico da expressão imunoistoquímica de receptores da família ERBB no carcinoma epidermóide da vulva. 3- Correlacionar a expressão imunoistoquímica dos receptores da família ERBB com variáveis clínico-patológicas. Pacientes e métodos: Esta análise retrospectiva incluirá 234 pacientes com carcinoma epidermóide da vulva tratadas no Departamento de Ginecologia Oncológica do AC Camargo Cancer Center, entre janeiro de 1980 a fevereiro de 2010. Destes, 107 pacientes apresentaram linfonodos inguinais comprometidos. Serão analisadas características clínicas, patológicas e de seguimento. Dentro das características patológicas, analisaremos: tamanho da metástase linfonodal em milímetros, resultado da avaliação dos linfonodos ressecados (número de linfonodos ressecados, número de linfonodos comprometidos, presença de metástase inguinal bilateral e presença de extensão extra-capsular), tamanho do tumor primário, profundidade de invasão do estroma, presença de invasão vascular linfática e presença de invasão perineural. A avaliação da expressão imunoistoquímica dos receptores da família ERBB será realizada no tumor primário e nos linfonodos metastáticos. Resultados Esperados: Além dos indicadores prognósticos anatomopatológicos já estudados, a identificação de marcadores moleculares presentes nos tumores primários e nas metástases pode contribuir para melhor entendimento da biologia do câncer de vulva e elaboração de estratégias de tratamento molécula alvo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio: