Busca avançada
Ano de início
Entree

Relação entre obesidade, cárie e microbiota intestinal/bucal em pré-escolares de 3 a 5 anos de Bragança Paulista-SP

Processo: 15/24600-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Medicina Preventiva
Pesquisador responsável:Thaís Parisotto Ulmer
Beneficiário:Thaís Parisotto Ulmer
Instituição-sede: Universidade São Francisco (USF). Campus Bragança Paulista. Bragança Paulista , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças  Pediatria  Cárie dentária  Obesidade pediátrica 

Resumo

Controlar doenças de expressão mundial como a obesidade infantil e a cárie precoce da infância é um grande desafio para a saúde pública na atualidade. Assim, pesquisas que possibilitem o estudo de indicadores de risco para essas doenças devem ser estimuladas. O objetivo do presente projeto será avaliar a relação entre obesidade, cárie precoce da infância, frequência de exposição a açúcares, fatores imunológicos e microbiota bucal/intestinal. Inicialmente, 400 crianças, de 3 a 5 anos, que frequentam escolas públicas de Bragança Paulista, serão submetidas a avaliação do estado nutricional por meio do índice de massa corporal de acordo com os padrões da Organização Mundial de Saúde(OMS). Considerando-se que a prevalência da obesidade nessa população é cerca de 10%, dois grupos serão formados: 1. Obesos (n=40) 2. Eutróficos (n=40). Medidas antropométricas complementares (circunferência abdominal, do quadril e prega cutânea tricipital) serão aferidas e o índice de cárie será avaliado por meio de exames clínicos utilizando-se o critério da OMS, modificado pela inclusão de lesão de mancha branca ativa. O biofilme dentário de todas as superfícies lisas livres e amostras de fezes serão coletados desses pré-escolares para avaliação de Streptococcus mutans/sobrinus (estreptococos grupo mutans), Lactobacillus e da proporção dos filos bacterianos Bacteroidetes x Firmicutes, por meio de real-time PCR. Saliva sem estimulação será coletada para dosagem de Interleucina-6 (IL-6), fator de necrose tumoral ± (TNF-±), Imunoglobulinas A secretoras (IgA) totais por meio do teste de ELISA e para dosagem de IgA específica contra proteína ligante de glucano B (antígeno de virulência de Streptococcus mutans, principal patógeno da cárie), por meio de citometria de fluxo de microesfras. A frequência de exposição aos açúcares será avaliada por meio de um diário de dieta. Os dados serão analisados por regressão logística, a fim de se construir um modelo que identifique dentre os fatores estudados quais os mais relevantes para a obesidade/cárie (± = 0.05). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS PEREIRA INDIANI, CLAUDIA MARIA; RIZZARDI, KARINA FERREIRA; CRESCENTE, CAMILA LOPES; STEINER-OLIVEIRA, CAROLINA; NOBRE-DOS-SANTOS, MARINES; PARISOTTO, THAIS MANZANO. Relationship Between Mutans Streptococci and Lactobacilli in the Oral Cavity and Intestine of Obese and Eutrophic Children With Early Childhood Caries-Preliminary Findings of a Cross-Sectional Study. FRONTIERS IN PEDIATRICS, v. 8, DEC 11 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.