Busca avançada
Ano de início
Entree

Papel do crtc-2, um novo co-ativador de CREB, na regulação neural da produção de glicose

Processo: 15/20700-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Metabolismo e Bioenergética
Pesquisador responsável:Luiz Carlos Carvalho Navegantes
Beneficiário:Luiz Carlos Carvalho Navegantes
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados:Isis Do Carmo Kettelhut
Assunto(s):Diabetes mellitus  Estresse  Endocrinologia  Hiperglicemia 

Resumo

O AMPc é o segundo mensageiro que sinaliza a hiperglicemia induzida pela ativação simpática em resposta ao estresse. Estudos recentes indicam que a proteína ligante ao elemento responsivo de AMPc (CREB) liga-se a uma família de co-ativadores transcricionais regulados pelo AMPc (CRTCs), cuja regulação e papel fisiológico ainda são pouco conhecidos. Dessa forma, a hipótese desse estudo é que o CRTC-2 seja uma molécula chave na regulação neural da expressão de genes que regulam a produção hepática de glicose. Nossos resultados iniciais, obtidos no Instituto Salk (CA, USA), mostram que camundongos nocautes fígado-específicos para CRTC-2/3 desenvolvem hipoglicemia e não sobrevivem ao estresse térmico. Para dar continuidade a estes estudos, pretende-se utilizar diferentes abordagens moleculares, ainda inexistentes em nosso laboratório, para avaliar a expressão gênica e conteúdo proteico de CRTC-2 e as vias de sinalização associadas a este co-ativador no tecido hepático de animais simpatectomizados e submetidos ao estresse (baixa temperatura e imobilização). Os animais serão injetados com vetores virais que induzem silenciamento gênico de CREB e CRTC-2. A atividade transcricional de CREB in vivo será avaliada por um sistema de imagem em animais transgênicos que expressam o reporter para CRE-luciferase. O efeito direto das catecolaminas na fosforilação de CREB/CRTC-2 e sua translocação do citoplasma para o núcleo será avaliado em hepatócitos primários e associado com a expressão de genes-alvos de CREB que regulam a produção hepática de glicose. O fluxo gliconeogênico será estimado in vivo por meio da velocidade de incorporação de [14C] bicarbonato na glicose circulante e pelas atividades enzimáticas da PEPCK e glicose-6-fosfatase. Os resultados obtidos poderão contribuir para o combate a doenças que levam ao desequilíbrio da homeostase glicídica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.