Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos da quitosana e da terapia laser de baixa intensidade, associados ou não, no tratamento da osteoartrite induzida em joelhos de ratos

Resumo

Osteoartrite (OA) é uma doença progressiva degenerativa caracterizada pela perda de cartilagem articular, remodelamento do osso subcondral, redução do espaço articular e formação de osteófitos, o que leva ao surgimento de quadros álgicos e perdas funcionais nos indivíduos acometidos. Assim, torna-se importante o desenvolvimento de estratégias terapêuticas que visem amenizar o dano articular e prevenir a evolução da doença. Atualmente, a terapia laser de baixa intensidade (LLLT) e a quitosana tem demonstrado efeitos positivos no metabolismo da cartilagem. No entanto, os mecanismos de ação e os efeitos da associação de ambos os tratamentos ainda necessitam de elucidação. Com isso, o objetivo deste estudo será avaliar, através de testes in vivo, os efeitos da quitosana e da LLLT (associados ou não), em modelo experimental de OA induzida através da transecção do ligamento cruzado anterior (TLCA). Para isso, serão utilizados 40 ratos Wistar, machos, separados em 4 grupos: grupo controle OA; grupo OA tratado com quitosana; OA irradiado com LLLT; OA tratado com quitosana e irradiados com LLLT. Os tratamentos serão iniciados 21 dias após cirurgia de TLCA durante 30 dias. Será utilizado um laser AsGaAl 808 nm; P=50 mW; D=50 J/cm²; E=1.4 J, 3 vezes por semana em 2 pontos:na linha articular medial e lateral do joelho. Para avaliação e comparação dos efeitos dos tratamentos serão realizadas análises das citocinas fator de necrose tumoral alfa (TNF-±), prostaglandina E2 (PGE2) e fator de transformação do crescimento beta (TGF-²) no liquido sinovial, microtomografia computadorizada e análises morfológicas e morfométrica da cartilagem (celularidade, espessura, densidade de condrócitos e conteúdo de proteoglicanas) e expressão proteica de Interleucina (IL-1², IL-4 e IL-10), colágeno tipo 2, alpha 1 (col2A1). Espera-se que os resultados deste projeto tragam significativa contribuição na elucidação dos mecanismos de ação da quitosana, da LLLT e da associação de ambos em um modelo experimental de OA, culminando assim no desenvolvimento de técnicas terapêuticas mais eficazes e seguras para serem empregadas no tratamento de doenças osteodegenerativas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)