Busca avançada
Ano de início
Entree

No rastro da mandioca: perseguindo relações de parentesco e alteridades no baixo Oiapoque

Processo: 15/19611-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Antropologia - Etnologia Indígena
Pesquisador responsável:Artionka Manuela Goes Capiberibe
Beneficiário:Artionka Manuela Goes Capiberibe
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Parentesco  Socialidade  Teoria antropológica  Alteridade 

Resumo

A fronteira entre o Brasil e a Guiana francesa, localizada na região do baixo rio Oiapoque, é habitada por uma multiplicidade étnica e cultural, da qual fazem parte os Palikur, população indígena falante de uma língua maipure-arawak. É sobre as relações dos Palikur com a alteridade que esta pesquisa irá tratar, tendo como foco central suas relações de parentesco e, como fio condutor, o processo de produção e circulação da farinha de mandioca, alimento que interliga parentes e não parentes, índios e não índios. O escopo principal deste projeto é o de compreender o significado da alteridade na (e para) a socialidade palikur. (AU)