Busca avançada
Ano de início
Entree

Subsistema digital de telemetria e telecomando (TMTC) para satélites

Processo: 15/01083-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de fevereiro de 2016 - 31 de janeiro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Aeroespacial - Sistemas Aeroespaciais
Pesquisador responsável:Mario de Souza Barretti
Beneficiário:Mario de Souza Barretti
Empresa:Omnisys Engenharia Ltda
Município: São Bernardo do Campo
Assunto(s):Exploração espacial  Microprocessadores  Telemetria  Satélites artificiais 

Resumo

O projeto consiste no desenvolvimento e produção de um protótipo de um subsistema digital de telemetria e telecomando para satélites. É um equipamento imprescindível em um satélite, sendo parte necessária a ser embarcada em todos os artefatos a serem enviados ao espaço. Portanto, é um equipamento crítico para a missão e sua sobrevivência no espaço implica na sobrevivência de toda missão espacial. O desenvolvimento implementará toda a seção de Frequência Intermediária (FI) por um microprocessador reconfigurável com uma FPGA (no mesmo DIE). Na FPGA (Unidade de Processamento - UP) é realizada toda amostragem e processamento em banda base, modulação e demodulação. No processador (Unidade de Controle - UC) é realizado o "housekeeping" do subsistema. A unidade de processamento será desenvolvida totalmente pela empresa e descrita em linguagem de hardware (VHLD-Verilog Hardware Description Language). O processador é de 32 bit, SPARC V8 de alta performance e baixo consumo, que tem a capacidade de ser qualificado para uso espacial. No protótipo será utilizado um modelo comercial semelhante ao mencionado anteriormente. Este microprocessador e componentes associados são livres de restrições de importação como o ITAR. A utilização deste microprocessador reconfigurável vai oferecer uma grande flexibilidade para o equipamento, podendo ser utilizado em diferentes tipos de missões espaciais. A empresa já está realizando o desenvolvimento de um subsistema TMTC com componentes analógicos, com financiamento interno. Disto surgiram as necessidades de realização de processamento de dados digitais no equipamento e também para desenvolver um equipamento moderno, comparável aos disponíveis nos grandes mercados espaciais, como Estados Unidos da América e Europa. Espera-se ao final deste projeto ter um protótipo funcional de todo subsistema e pronto para prosseguir para um projeto de desenvolvimento de um modelo de qualificação espacial. Um Front_End de RF simples será construído com componentes comerciais para possibilitar o teste da solução adotada. (AU)