Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da fenologia foliar, aporte de nutrientes e ritmo de crescimento de espécies nativas estabelecidas em plantios puros sobre o crescimento inicial e sobrevivência de mudas de espécies nativas

Processo: 15/17357-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de abril de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Flavio Antonio Maës dos Santos
Beneficiário:Flavio Antonio Maës dos Santos
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Comunidades vegetais  Dossel (botânica)  Conservação dos recursos naturais   Fenologia  Plantas nativas  Atributos funcionais de plantas  Competição entre plantas 

Resumo

Tanto as condições abióticas quanto a dinâmica interna da comunidade podem atuar como filtros selecionando o conjunto de espécies formadoras da comunidade e influenciando no seu desenvolvimento. Os indivíduos arbóreos do dossel florestal podem influenciar direta e indiretamente na dinâmica e no funcionamento do ecossistema, alterando as condições físicas do ambiente ou interagindo diretamente com os outros organismos da comunidade, e por isso, têm importância central na dinâmica desses ecossistemas. Para facilitar a compreensão do efeito das espécies de dossel sobre, por exemplo, a comunidade regenerante, essas podem ser agrupadas segundo seus atributos funcionais, possibilitando desta forma a generalização de padrões. Neste sentido, o estudo da influência dos atributos funcionais de espécies de dossel já estabelecidas, em plantios puros, é importante para o entendimento do seu efeito isolado (sem interferência de espécies com diferentes atributos ao redor) sobre a dinâmica da comunidade e consequentemente para a construção de estratégias de manejo e conservação. Diante disso, o objetivo deste trabalho é verificar de que forma as espécies estabelecidas estudadas, bem como os atributos funcionais, influenciam o ambiente físico e o desenvolvimento de espécies regenerantes em seu sub-bosque. Serão analisados plantios puros de 9 espécies que apresentam diferentes combinações dos atributos funcionais focados nesse estudo (fenologia foliar, aporte de nutrientes e ritmo de crescimento) sendo elas: pau-marfim (Balfourodendron riedelianum (Engl.) Engl.), jequitibá-rosa (Cariniana legalis (Mart.) Kuntze), louro pardo (Cordia trichotoma (Vell.) Arráb. ex Steud.), timbori (Enterolobium contortisiliquum (Vell.) Morong), pau-d'alho (Gallesia integrifolia (Spreng.) Harms), ipê-roxo (Handroanthus heptaphyllus (Vell.) Mattos), ipê-amarelo (Handroanthus vellosoi (Toledo) Mattos), aroeira (Myracrodruon urundeuva Allemão) e guarucaia (Peltophorum dubium (Spreng.) Taub.). Os plantios foram implantados entre os anos de 1982 e 1990 em um experimento delineado em blocos casualizados na Estação Experimental de Luiz Antonio-SP do Instituto Florestal. Serão implantadas 27 parcelas, 3 parcelas sob o dossel de cada uma das espécies estabelecidas em plantios puros. Em cada uma serão plantadas 90 mudas de 9 espécies (as mesmas espécies estabelecias nos plantios puros), espaçadas em dois metros entre si e dispostas em linhas de plantio intercaladas com as linhas de plantio das árvores do dossel, totalizando 2.430 mudas. Partindo da hipótese que as condições do meio físico e o desenvolvimento das espécies que serão plantadas irão variar em função dos atributos funcionais das espécies do dossel, será avaliado: radiação fotossinteticamente ativa; aporte de nutrientes; umidade do solo; mortalidade e crescimento inicial de mudas plantadas e estado de conservação das folhas das mudas plantadas. Os resultados obtidos serão submetidos a análises estatísticas específicas a fim de se associar os atributos funcionais das espécies do dossel às condições do meio físico e ao desenvolvimento das mudas plantadas. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Estudo avalia efeitos distintos do manejo florestal sustentável  
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.