Busca avançada
Ano de início
Entree

Transcription profile of Trichophyton rubrum conidia grown on keratin reveals the induction of an adhesin-like protein gene with a tandem repeat pattern

Processo: 16/03701-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de maio de 2016 - 30 de junho de 2016
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Molecular e de Microorganismos
Pesquisador responsável:Ana Lucia Fachin Saltoratto
Beneficiário:Ana Lucia Fachin Saltoratto
Instituição-sede: Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). Campus Ribeirão Preto. Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Trichophyton rubrum  Virulência  Expressão gênica  Peptídeo hidrolases  Análise de sequência com séries de oligonucleotídeos  Arthrodermataceae  Dermatófitos  Adesinas 

Resumo

Contexto: Trichophyton rubrum é um fungo cosmopolita que infecta tecidos queratinizados humanos (pele, unhas e raramente cabelo), sendo o principal agente causador de todas as dermatofitoses crônicas e recorrentes. O processo de infecção do dermatofito é iniciado através da liberação de adesinas pelo artroconidio, que se liga ao estrato córneo do hospedeiro. O conídio então germina e a hifa do fungo invade as estruturas queratinizadas da pele através da secreção de proteases. Embora o artroconídio desempenhe uma função central na patogênese, pequeno é o conhecimento sobre a fase de dormência e germinação do conídio de T. rubrum bem como sobre o processo inícial da infecção. O objetivo desse estudo foi avaliar o perfil de expressão gênica de conídios de T. rubrum durante o seu crescimento em meio contendo queratina ou elastina, mimetizando a infecção superficial e profunda, respectivamente. Resultados: Através do uso de uma lâmina de oligo microarray customizada foi analisado o perfil de transcrição comparando-se o crescimento dos conídios de T.rubrum em meio contendo queratina e elastina como substratos. Esta comparação mostrou diferenças de de acordo com a fonte de proteína utilizada, mas consistiu de um número muito pequeno de genes modulados, que pode ser atribuído ao estado quiescente do conídio. Os genes modulados foram os relacionados a dormência, sobrevivência e germinação do conidio, incluindo genes envolvidos na cadeia respiratória , transdução de sinal e metabolismo de lipídios. Entretanto, houve indução de um grande numero de proteases quando T. rubrum foi crescido na presença de queratina tais como as proteases da família das subtilisinas (Sub 1 e Sub 3) e aminopeptidase leucina (Lap 1 e Lap 2). Interessantemente, a queratina também promoveu a indução de um gene que codifica uma adesina que contem sequências repetitivas in tandem. A analise in silico mostrou que a proteína contem um domínio relacionado com adesina que desempenha uma função na interação patógeno-hospedeiro. A expressão do gene que codifica a adesina também foi induzida durante o co-cultivo de T. rubrum em linhagem de queratinócitos humanos, confirmando a sua função na interação fungo-hospedeiro. Conclusão : Estes resultados contribuem para a descoberta de novos alvos envolvidos com adesão e manutenção da dormência do conídio, que são essenciais para desencadear o processo de infecção e cronicidade das dermatofitoses. (AU)