Busca avançada
Ano de início
Entree

Impact of the circadian clock on the DNA repair capacity and drug sensitivity of normal and cancer cells: towards chronopersonalized chemotherapy

Processo: 15/50080-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de abril de 2016 - 31 de março de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Convênio/Acordo: Erasmus Universiteit Rotterdam
Pesquisador responsável:Carlos Frederico Martins Menck
Beneficiário:Carlos Frederico Martins Menck
Pesq. responsável no exterior: Gijsbertus Theodorus Johannes van der Horst
Instituição no exterior: Erasmus University Rotterdam (EUR), Holanda
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/15982-6 - Consequências de deficiências de reparo de lesões no genoma, AP.TEM
Assunto(s):Quimioterapia  Projetos SPRINT 

Resumo

O relógio circadiano é um mecanismo de temporização interna, orquestrando as variações diurnas no comportamento, fisiologia e metabolismo, com o objetivo de melhor preparar-nos para as mudanças recorrentes diárias em nosso ambiente (ou seja, o ciclo claro/escuro). Evidências recentes indicam que o aumento de absorção, metabolização e desintoxicação de substâncias químicas estão sob o controle do relógio circadiano e, portanto, a gravidade de respostas tóxicas pode depender da hora do dia e exposição. Tais propriedades cronotóxicas de compostos pode ser muito útil quando para terapias de câncer, com agentes quimioterápicos. A Terapia Cronomodulativa envolve protocolos em que os agentes quimioterápicos são dados em um momento específico do dia. A finalidade deste projeto é a de fazer um início com a avaliação do impacto do sistema circadiano nos mecanismos de processamento de danos no DNA (incluindo remoção de lesões e a replicação do DNA contendo lesões-síntese translesão) e, como consequência, a sensibilidade de células normais e cancerosas para drogas anti-câncer. Em última análise, esse conhecimento pode ser usado para desenvolver protocolos de tratamento chronomodulated para aplicação clínica (medicina chronopersonalized), com o objetivo de otimizar a eficácia terapêutica, e reduzindo os efeitos colaterais indesejados. (AU)