Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização da matéria orgânica sedimentar ao largo da Ilha de São Sebastião, na plataforma continental sudeste brasileira, através do uso de biomarcadores orgânicos

Processo: 15/21834-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Globais - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências
Pesquisador responsável:Márcia Caruso Bícego
Beneficiário:Márcia Caruso Bícego
Instituição-sede: Instituto Oceanográfico (IO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Michel Michaelovitch de Mahiques ; Rafael Andre Lourenço ; Rosalinda Carmela Montone ; Rubens Cesar Lopes Figueira ; Silvia Helena de Mello e Sousa
Assunto(s):Geoquímica  Esteroides  Hidrocarbonetos  Biomarcadores  Sedimentos  Matéria orgânica 

Resumo

A matéria orgânica sedimentar fornece uma variedade de indicadores que podem ser usados, tanto para definir a origem dos compostos presentes, como para construir os registros dos ambientes, marinhos e continentais, assim como auxiliar no entendimento de processos oceanográficos e climáticos. A Plataforma Continental Sudeste Brasileira pode ser dividida em duas zonas distintas de sedimentação e composição de matéria orgânica devido aos diferentes processos hidrológicos que atuam nessa região. A Ilha de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo, marca o ponto de convergência entre duas zonas e, portanto, a margem continental adjacente a esta região possui uma elevada taxa de sedimentação. Ambientes marinhos com uma alta taxa de sedimentação permitem a obtenção de registros sedimentares de alta resolução temporal. A utilização em conjunto de diferentes proxies geoquímicos, como isótopos estáveis de carbono e nitrogênio, metais e marcadores orgânicos moleculares, constitui uma importante ferramenta no estudo das mudanças climáticas e oceanográficas. Variações na abundância e na distribuição desses compostos ao longo dos testemunhos sedimentares podem fornecer registros dos paleoambientes continentais e marinhos. O projeto tem como objetivo principal fazer uma caracterização da matéria orgânica sedimentar em amostras de sedimento superficial e de testemunhos coletados ao largo da Ilha de São Sebastião na Plataforma Continental Sudeste Brasileira através da análise de biomarcadores orgânicos moleculares (n-alcanos, esteróis e alquenonas) e de carbono orgânico total, nitrogênio total e seus isótopos estáveis em registros sedimentares marinhos com a finalidade de avaliar do potencial de exportação do material terrígeno em direção ao oceano e as implicações desse aporte na produtividade de região; fazer uma associação das características da matéria orgânica sedimentar com as massas de água presentes na região de estudo e realizar uma avaliação da variabilidade temporal na deposição da matéria orgânica. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DAUNER, ANA LUCIA L.; MOLLENHAUER, GESINE; BICEGO, MARCIA CARUSO; DE SOUZA, MIHAEL MACHADO; NAGAI, RENATA HANAE; LOPES FIGUEIRA, RUBENS CESAR; DE MAHIQUES, MICHEL MICHAELOVITCH; DE MELLO E SOUSA, SILVIA HELENA; MARTINS, CESAR C. Multi-proxy reconstruction of sea surface and subsurface temperatures in the western South Atlantic over the last similar to 75 kyr. QUATERNARY SCIENCE REVIEWS, v. 215, p. 22-34, JUL 1 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.