Busca avançada
Ano de início
Entree

Perfil de microRNAs presentes no sêmen e embriões bovinos e sua relação com a fertilidade

Processo: 16/05395-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Eneiva Carla Carvalho Celeghini
Beneficiário:Eneiva Carla Carvalho Celeghini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Felipe Perecin ; Juliano Coelho da Silveira ; Rubens Paes de Arruda
Assunto(s):Fertilidade  Sêmen  Bovinos  MicroRNAs 

Resumo

O sêmen bovino apresenta diversas moléculas ainda não descritas. Dentre elas estão os microRNAs, reconhecidos como fundamentais para a fecundação e desenvolvimento embrionário inicial. Entretanto, existem poucos estudos relacionando o perfil dos miRNAs seminais e a fertilidade em bovinos. Dessa forma, este estudo pretende investigar os miRNAs presentes em espermatozoides e relacioná-los com o desenvolvimento embrionário in vitro e in vivo, e com os índices de fertilidade a campo. Três experimentos serão executados. O primeiro experimento avaliará a qualidade espermática e o perfil de miRNAs espermáticos de partidas de sêmen comerciais. Para isso, serão utilizadas três partidas de sêmen de seis touros (n=18) com diferentes taxas de fertilidade previamente comprovadas por estudos a campo. Cada partida será avaliada quanto às características da cinética espermática, integridade das membranas plasmática, acrossomal e mitocondrial e perfil de miRNAs dos espermatozoides. No segundo experimento as mesmas partidas serão utilizadas para a produção in vitro (PIV) e in vivo de embriões. Os dados obtidos (taxa de blastocisto e perfil de miRNAs dos embriões) serão comparados entre os grupos de alta e baixa fertilidade estabelecidos no experimento 1. Além disso, o perfil de miRNAs será comparado entre os embriões produzidos in vitro e in vivo. No terceiro experimento serão criopreservados três ejaculados de seis touros (n=18) de fertilidade desconhecida e investigado o perfil de miRNAs espermáticos e a taxa de blastocisto na PIV. Os dados dos diferentes experimentos serão submetidos à análise de variância e teste de Tukey com nível de significância de 5%. Espera-se encontrar miRNAs associados com a fertilidade criando novas ferramentas de análise de ejaculados bovinos. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.