Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito protetor do gel de TiF4 sobre a dentina humana erodida: estudo in situ

Processo: 15/10248-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Clínica Odontológica
Pesquisador responsável:Patricia Moreira de Freitas Costa e Silva
Beneficiário:Patricia Moreira de Freitas Costa e Silva
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FO). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Cecilia Pedroso Turssi ; Marcia Martins Marques ; Taís Scaramucci Forlin
Assunto(s):Dentística  Dentina  Erosão dentária  Tetrafluoreto de titânio  Estudo in situ 

Resumo

O estudo avaliará os efeitos do gel de TiF4 4% sobre a dentina erodida. Na etapa I (in vitro), 80 fragmentos de dentina humana previamente erodida serão divididos aleatoriamente em 8 grupos (n=10): G1 - controle negativo (sem tratamento); G2 - gel placebo (água + espessante); G3 - gel de NaF 2% com pH 7,0; G4 - gel de NaF 2% com pH 1,5; G5 - NaF 5,42% com pH 7,0; G6 - NaF 5,42% com pH 1,5; G7 - TiF4 4% com pH 1,5 e G8 - TiF4 4% com pH 7,0. Após a aplicação dos tratamentos, as amostras serão submetidas a 10 dias de ciclagem erosiva pela alternância de imersões em solução de ácido cítrico (0,05 M, pH 2,3, 2 min, 6x/dia) e saliva artificial. Após 5 e 10 dias de ciclagem, serão realizadas análises perfilométricas (desgaste e rugosidade superficiais). Na etapa II (in situ), 256 fragmentos de dentina radicular humana (3x3x1 mm) serão divididos aleatoriamente em 4 grupos (n=16): C - controle negativo; P - placebo; NaF - gel de NaF e TiF4 - gel de TiF4. Para os grupos com fluoretos, concentrações e pHs serão definidos após etapa I. A ciclagem corresponderá a 5 dias de desafios erosivos in situ (ácido cítrico 0,5%, pH 2,3, 6x/dia). As amostras serão avaliadas em perfilometria (n=16), microscopia eletrônica de varredura, espectroscopia de energia dispersiva (n=3) e utilizadas para determinação das concentrações de flúor fraca e fortemente ligados (n=13). Amostras adicionais (n=16) serão analisadas por nanodureza transversal e as soluções erosivas utilizadas nas ciclagens, submetidas à análise da concentração de íons flúor livre. Na etapa III (adesão celular), 12 fragmentos de dentina radicular humana (4x4x1 mm) serão divididos aleatoriamente em 4 grupos (n=3), que serão formados a partir dos resultados da etapa II. Os grupos NaF e TiF4 que apresentarem os melhores resultados quanto à perda de superfície serão selecionados. Os grupos controle negativo e placebo serão mantidos. Serão plaqueadas 1000 células sobre cada fragmento tratado e após 24 h, as amostras serão preparadas para a Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). Sobre as eletromicrografias será feita a contagem das células aderidas sobre as superfícies. Os resultados quantitativos de todas as etapas serão submetidos a testes de homogeneidade e normalidade para determinação do teste estatístico a ser utilizado (±=5%). (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DA SILVA, C. V.; RAMOS-OLIVEIRA, T. M.; MANTILLA, T. F.; DE FREITAS, P. M. Frequency of Application of AmF/NaF/SnCl2 Solution and Its Potential in Controlling Human Enamel Erosion Progression: An in situ Study. Caries Research, v. 51, n. 2, p. 141-148, 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.