Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento e avaliação da eficácia (in vitro e in vivo) de cartucho de HEMOPERFUSOR para o tratamento de acidentes ofídicos

Processo: 15/01420-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Clínica
Pesquisador responsável:Yoko Oshima Franco
Beneficiário:Yoko Oshima Franco
Instituição-sede: Pró-Reitoria Acadêmica. Universidade de Sorocaba (UNISO). Sorocaba , SP, Brasil
Pesq. associados:Valquíria Miwa Hanai Yoshida
Bolsa(s) vinculada(s):16/12599-2 - Tecnologia e protocolo para a técnica de hemoperfusão em modelo animal, BP.TT
Assunto(s):Hemoperfusão  Bothrops jararaca  Farmacotécnica  Crotalus durissus terrificus  Mordeduras de serpentes 

Resumo

Introdução. Uma grave complicação ao envenenamento causado por serpentes peçonhentas (gêneros Bothrops e Crotalus) é a Lesão Renal Aguda (LRA). A prevenção da LRA deve ser tentada em todo paciente acidentado por animal peçonhento, através da administração precoce do antiveneno específico, tratamento da hipotensão arterial, do choque e manutenção de um estado de hidratação adequada. Por outro lado, fitoquímicos como taninos/ácido tânico apresentam a capacidade de precipitar proteínas constituintes de venenos brutos de serpentes peçonhentas, mas sua administração endovenosa fica prejudicada, pois igualmente precipitariam proteínas constituintes do sangue. Uma estratégia interessante para sanar esta dificuldade seria a hemoperfusão. Objetivos. Utilizando-se da tecnologia da hemoperfusão, os objetivos deste estudo serão desenvolver e avaliar in vitro cartucho de hemoperfusor e testar in vivo a eficácia (e complicações) no tratamento ao acidente ofídico, em modelo animal (ratos Wistar). Método. O cartucho será desenvolvido com grânulos (diâmetros diferentes) de carvão ativado aprisionados em filtros poliméricos com ácido tânico (diferentes proporções), e será avaliado in vitro para testar a capacidade de remoção do veneno (hemoperfusão simulada). Para os ensaios de avaliação da eficácia os animais serão divididos em 6 grupos, a saber: grupo I - controle do veneno de Bothrops jararaca (vBj) i.p., 2 h após PBS e.v. ; grupo II - controle do veneno de Crotalus durissus terrificus (vCdt) i.p., 2 h após PBS e.v; grupo III: vBj i.p.; 2 h após antiveneno específico e.v.; grupo IV - vCdt i.p., 2 h após antiveneno específico e.v.; grupo V - vBj i.p., 2 h após, hemoperfusão. Grupo VI - vCdt i.p., 2 h após, hemoperfusão. As doses injetadas i.p. dos venenos ofídicos serão as DL50 em ratos de vBj e vCdt obtidas da literatura, a saber: 12,5 mg/kg e 180 µg/100 g, respectivamente. Após os procedimentos experimentais, os animais serão colocados em gaiolas metabólicas para coleta de urina (24 h após a injeção do veneno). Imediatamente após a coleta da urina, serão anestesiados para coleta de sangue e tecidos renais (medula e córtex). Resultados esperados. Se o modelo for eficaz poderá ser aplicado na prevenção à LRA diminuindo o índice de morte humana e, na Medicina Veterinária, de animais de produção (bovinos, suínos e caprinos) e "pets" (cães e gatos); diminuição dos gastos públicos na produção de antivenenos e no tempo de internação dos pacientes graves (humanos ou animais) acidentados por animais peçonhentos. Palavras-chave: Acidente ofídico. Ácido tânico. Bothrops jararaca. Crotalus durissus terrificus. Hemoperfusão. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
DOS SANTOS, MARCIO G.; MORENO, FELIPE S.; DE OLIVEIRA, AKILA L.; OLIVEIRA, ISADORA C. F.; TRIBUIANI, NATALIA; COGO, JOSE C.; SCRIBONI, ANDREIA B.; COGO-MUELLER, KARINA; SAN FELICIANO, ARTURO; BONOMINI, TIAGO JOSE; FERNANDES, JOAO B.; OSHIMA-FRANCO, YOKO. New pharmacological insights of Galactia glaucescens. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 33, n. 16, p. 2389-2393, AUG 18 2019. Citações Web of Science: 0.
FONTANA OLIVEIRA, ISADORA CARUSO; DALLA MORA, ADRIANA; NETO, JAIRO BRAGA; DE OLIVEIRA, AKILA LARA; HARDER, CAROLINA; HANAI-YOSHIDA, VALQUIRIA MIWA; COGO, JOSE CARLOS; FLORIANO, RAFAEL STUANI; BONVENTI JUNIOR, WALDEMAR; OLIVEIRA, SARA DE JESUS; OSHIMA-FRANCO, YOKO. Prospective study of a Bothrops jararacussu venom batch (Bj2015) - phospholipase A(2) activity, immunogenicity, neurotoxicity, and myotoxicity parameters. NATURAL PRODUCT RESEARCH, v. 33, n. 16, p. 2417-2421, AUG 18 2019. Citações Web of Science: 0.
FONTANA OLIVEIRA, ISADORA CARUSO; DE PAULA, MARINA OLIVEIRA; BOSCHILHA LASTRA, HELLEN CRISTINE; ALVES, BRUNO DE BRITO; NETO MORENO, DEBORA ANTUNES; YOSHIDA, EDSON HIDEAKI; AMARAL FILHO, JORGE; COGO, JOSE CARLOS; VARANDA, ELIANA APARECIDA; RAI, MAHENDRA; DOS SANTOS, CAROLINA ALVES; OSHIMA-FRANCO, YOKO. Activity of silver nanoparticles on prokaryotic cells and Bothrops jararacussu snake venom. DRUG AND CHEMICAL TOXICOLOGY, v. 42, n. 1, p. 60-64, JAN 2 2019. Citações Web of Science: 0.
HARDER, CAROLINA; DE OLIVEIRA, AKILA LARA; SCRIBONI, ANDREIA BORGES; OLIVEIRA CINTRA, ADELIA CRISTINA; SCHEZARO-RAMOS, RAPHAEL; DOS SANTOS, MARCIO GALDINO; COGO-MUELLER, KARINA; HASHIMOTO MIURA, REGINA YURI; FLORIANO, RAFAEL STUANI; ROSTELATO-FERREIRA, SANDRO; OSHIMA-FRANCO, YOKO. Pharmacological Properties of Vochysia Haenkeana (Vochysiaceae) Extract to Neutralize the Neuromuscular Blockade Induced by Bothropstoxin-I (Lys49 Phospholipase A(2)) Myotoxin. ADVANCED PHARMACEUTICAL BULLETIN, v. 7, n. 3, p. 433-439, SEP 2017. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.