Busca avançada
Ano de início
Entree

EMU concedido no processo 2014/50489-9: elastografia por ultrassom para investigação segura de dimensões e textura de órgãos em crianças - elastógrafo

Processo: 15/26778-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Programa Equipamentos Multiusuários
Vigência: 01 de julho de 2016 - 30 de junho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Saúde Materno-infantil
Pesquisador responsável:Magda Maria Sales Carneiro-Sampaio
Beneficiário:Magda Maria Sales Carneiro-Sampaio
Instituição-sede: Instituto da Criança Professor Doutor Pedro de Alcantara (ICR). Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:14/50489-9 - O timo humano: desenvolvimento e doenças, AP.TEM
Assunto(s):Síndrome de DiGeorge  Imunodeficiências primárias  Autoimunidade  Imagem  Timo  Síndrome de Down  Equipamentos multiusuários 
Página web do EMU: Página do Equipamento Multiusuário não informada
Agendamento de uso: E-mail de agendamento não informado

Resumo

EMU 2014/50489-9: Elastografia por ultrasom para investigação segura de dimensões e elasticidade de órgãos em crianças. A elastografia por ultrassonografia utiliza ondas de ultrassom para obtenção de imagens e estudo da elasticidade dos tecidos, com a vantagem de não utilizar radiação ionizante e, portanto, inócua. O equipamento a ser instalada no Serviço de Imaginologia do Centro Diagnóstico "Amigo da Criança" do ICr tem como objetivo principal o estudo das dimensões e da elasticidade do timo de crianças saudáveis de várias idades e outras com algumas patologias que sabidamente acometem o timo, em especial a Síndrome de Down, e outras condições que podem lesar o timo, tais como uso de fármacos imunossupressores. Paralelamente ao estudo imaginológico, será realizado uma avaliação funcional do órgão através de: i) determinação do número total de linfócitos e do número de linfócitos T auxiliadores (CD4+) e citotóxicos (CD8+) e; ii) determinação do número de TRECs (T-cell receptor excision circles ou thymic recent emigrant cells), com o intuito de tentar estabelecer relações entre os parâmetros imaginológicos e os funcionais. Por sua vez, o presente equipamento multiusuário (EMU) deverá ser usado também por outros grupos de médicos pesquisadores do ICr, em especial os que trabalham com patologia hepática, em que a elastografia por ultrassom já tem se mostrado muito útil na identificação de cirrose hepática. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.