Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação do efeito da inflamação em mediadores da via de sinalização de TNF-a, na resposta ao dano do DNA e redes de interação com miRNAs na carcinogênese gástrica

Processo: 15/21464-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de julho de 2016 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética - Genética Humana e Médica
Pesquisador responsável:Ana Elizabete Silva
Beneficiário:Ana Elizabete Silva
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Reparo do DNA  Neoplasias gástricas  Helicobacter pylori  Estresse oxidativo  MicroRNAs 

Resumo

O adenocarcinoma gástrico encontra-se frequentemente associado à infecção por H. pylori, que induz uma resposta inflamatória e imune no hospedeiro levando à ativação de mediadores pró e anti-inflamatórios, os quais produzem espécies reativas de oxigênio (ROS) e nitrogênio na mucosa infectada, aumentando o estresse oxidativo, genotóxico e danos no DNA. Em conseqüência, observa-se a ocorrência de instabilidade genética, alterações no padrão de expressão gênica e de miRNAs. Nosso grupo tem contribuído com estudos focando a relação entre inflamação x câncer e resultados recentes têm destacado o gene TNFA, devido à sua expressão aumentada tanto em amostras de pacientes com gastrite crônica infectados pela H. pylori, como no câncer gástrico. Também observamos uma correlação negativa entre a expressão do RNAm de TNFA com miRNAs e a ocorrência de redes de interação, sugerindo a participação de miRNAs na modulação da expressão de citocinas em resposta à infecção. Dessa forma, TNF-±, uma citocina com função promotora tumoral e de apoptose, e sua via de sinalização iniciada pela ligação com seus receptores TNFR1 e TNFR2 exercem importante função na inflamação e câncer. Quanto a esta questão pretendemos avaliar a ocorrência de alterações na expressão de mediadores e receptores da via extrínseca da apoptose mediada por TNF-± e um grupo de miRNAs que alvejam genes dessa via, após a indução com extrato da H. pylori em linhagens celulares de adenocarcinoma gástrico, assim como a participação dos receptores TNFR1 e TNFR2 e as redes de interação mRNA-miRNA que atuam na regulação desses processos. Nestas condições também serão avaliados parâmetros como proliferação celular e apoptose. Posteriormente, investigar a expressão dos mesmos genes e miRNAs em amostras de câncer gástrico com e sem infecção pela H. pylori. Os resultados poderão destacar alterações importantes em membros da via de sinalização do TNF-± devido à indução da inflamação e em miRNAs que contribuem para o mecanismo regulatório, além do papel dos receptores TNFR1 e TNFR2. Alterações em mediadores desta via também poderão refletir alterações em processos celulares como proliferação celular e apoptose que, quando desbalanceados, propiciam a cascata de progressão do câncer gástrico. Outra conseqüência importante do processo inflamatório é a produção elevada de ROS que causam lesões que danificam o DNA e que, se não reparadas, podem levar ao acúmulo de mutações, com risco de progressão maligna. O reparo por excisão de base (BER) é requerido para a remoção dos danos induzidos por ROS e a regulação aumentada desta via tem sido descrita como uma resposta adaptativa para a sobrevivência das células cancerosas no microambiente tumoral. Portanto, são necessários estudos que tenham como alvo enzimas de reparo como a endonuclease APE1, um componente crucial de BER, a qual tem sido observada com expressão aumentada em vários tipos de tumores. Também deve ser avaliada a rede complexa de processos envolvidos na resposta ao dano no DNA (DDR), os quais sofrem a influência de miRNAs, que são diferencialmente ativados após exposição a compostos mutagênicos, assim alterando a sensibilidade das células ao DNA danificado e respostas celulares como parada do ciclo celular, reparo do DNA e apoptose. Desta forma propomos avaliar as respostas em linhagens de adenocarcinoma gástrico tratadas com peróxido de hidrogênio e/ou extrato da H. pylori associada à condição de silenciamento do gene APE1. Serão avaliados o nível de estresse oxidativo, a ocorrência de quebras de dupla fita no DNA e a expressão de alguns miRNAs envolvidos com DDR em resposta aos tratamentos e silenciamento do gene APE1, assim como parâmetros como proliferação celular e apoptose. A expressão do gene APE1 e dos miRNAs também serão avaliadas em amostras de pacientes com câncer gástrico. Os resultados poderão fornecer informações relevantes sobre a importância do reparo BER e do gene APE1 como um alvo terapêutico promissor. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MANOEL-CAETANO, FERNANDA S.; ROSSI, ANA FLAVIA T.; DE MORAIS, GABRIELA CALVET; SEVERINO, FABIO EDUARDO; SILVA, ANA ELIZABETE. Upregulation of the APE1 and H2AX genes and miRNAs involved in DNA damage response and repair in gastric cancer. GENES & DISEASES, v. 6, n. 2, p. 176-184, JUN 2019. Citações Web of Science: 0.
TEIXEIRA ROSSI, ANA FLAVIA; CONTIERO, JULIA COCENZO; MANOEL-CAETANO, FERNANDA DA SILVA; SEVERINO, FABIO EDUARDO; SILVA, ANA ELIZABETE. Up-regulation of tumor necrosis factor-alpha pathway survival genes and of the receptor TNFR2 in gastric cancer. WORLD JOURNAL OF GASTROINTESTINAL ONCOLOGY, v. 11, n. 4, p. 281-294, APR 15 2019. Citações Web of Science: 0.
PROENCA, MARCELA ALCANTARA; BISELLI, JOICE MATOS; SUCCI, MAYSA; SEVERINO, FABIO EDUARDO; BERARDINELLI, GUSTAVO NORIZ; CAETANO, ALAOR; REIS, RUI MANUEL; HUGHES, DAVID J.; SILVA, ANA ELIZABETE. Relationship between Fusobacterium nucleatum, inflammatory mediators and microRNAs in colorectal carcinogenesis. WORLD JOURNAL OF GASTROENTEROLOGY, v. 24, n. 47, p. 5351-5365, DEC 21 2018. Citações Web of Science: 7.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.