Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da viabilidade técnico-científica do desenvolvimento de teste de determinação de paternidade não invasivo por DNA livre fetal

Processo: 15/22655-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de julho de 2016 - 31 de março de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Genética
Pesquisador responsável:Ricardo Di Lazzaro Filho
Beneficiário:Ricardo Di Lazzaro Filho
Empresa:DB Genética Serviços Laboratoriais Ltda. - ME
Município: São Paulo
Pesquisadores principais:
André Ribeiro
Pesq. associados: Ayling Martins Ng ; Carolina Watts ; Eduardo Leal Rodrigues ; Humberto Vicente Cezar Marcolino ; Israel Bendit ; Rodrigo Oliveira Odone
Assunto(s):Genética forense  Antropologia forense  Reconhecimento de filho  Paternidade  Exame de DNA 

Resumo

O avanço da tecnologia para análise genética por meio do DNA livre fetal (cell-free fetal DNA - cffDNA) e o desenvolvimento das ferramentas de bioinformática têm colaborado para que exames pré-natais sejam realizados de maneira não invasiva, possibilitando investigações sobre sexo fetal, paternidade e o diagnóstico de diversas cromossomopatias. Nesse contexto, os exames pré-natais não invasivos (non-invasive prenatal test ou diagnostic - NIPT ou NIPD) ganham importância, representando uma alternativa segura aos atuais exames invasivos de paternidade. Apesar de seu grande potencial clínico e econômico, a introdução dos NIPTs na prática médica no Brasil ainda é bastante lenta. Enquanto países como Estados Unidos e China já realizam de forma rotineira os exames, no Brasil o oferecimento do serviço ainda é restrito a poucos laboratórios, cuja terceirização das análises genéticas a empresas estrangeiras torna o valor do exame inviável à aplicação no serviço de saúde público. Assim, o objetivo deste projeto é desenvolver um exame de paternidade pré-natal não invasivo com custo reduzido, baseado na presença de cffDNA no sangue materno, e posteriormente comercializá-lo em todo mundo. A metodologia utilizada será a análise comparativa das variantes InDels provenientes do feto e do suposto pai. Para desenvolvimento desse exame, serão selecionados os principais loci conhecidamente associados a herança paterna, baseados em estudos brasileiros prévios. Optou-se por essa metodologia de análise genética devido à inovação da técnica, que, implementada no mercado, poderá gerar uma redução de custo do exame de paternidade pré-natal não invasivo, além de movimentar a pesquisa científica acerca do tema. Nessa primeira fase, espera-se testar a viabilidade técnico-científica do desenvolvimento do exame, comparando os resultados obtidos com exames estrangeiros disponíveis comercialmente e as novas técnicas de análise de cffDNA emergentes. Em fases posteriores, deseja-se validar o exame proposto e adequá-lo às necessidades comerciais e de saúde do país. Desse modo, o serviço que será desenvolvido poderá ter um impacto real no âmbito dos exames pré-natais, tornando tal modalidade de exame acessível de modo que, futuramente, poderá contribuir para o desenvolvimento técnico de outros exames não invasivos no país. (AU)

Matéria(s) publicada(s) no Pesquisa para Inovação FAPESP sobre o auxílio:
Pesquisadores apoiados pelo PIPE estão entre os mais inovadores da América Latina 
Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)