Busca avançada
Ano de início
Entree

Barreira hematoencefálica e regulação autonômica na hipertensão arterial: efeitos da angiotensina ii e do treinamento aeróbio

Resumo

A hipertensão arterial (HA) é uma patologia de alta prevalência, acompanhada de hipertonia simpática e um grande prejuízo no controle autonômico da circulação. Trabalhos recentes em hipertensos têm sugerido a possibilidade de que alterações na perfusão cerebral, e em especial prejuízos no funcionamento da barreira hematoencefálica (BHE), possam se constituir em fatores condicionantes da hipertonia simpática e disfunção autonômica. Os mecanismos através dos quais a HA poderia afetar o funcionamento da BHE não são totalmente conhecidos. Observações recentes têm sugerido que o sistema renina-angiotensina (SRA, em especial a Ang II, via receptores AT1), ativado na hipertensão espontânea (SHR) e de origem renal e agindo em áreas autonômicas poderia contribuir para a quebra da integridade da BHE, mas nenhuma informação há sobre qual(ais) componente(s) da BHE seriam lesados pela instalação da hipertensão. Por outro lado, experimentos de nosso e outros laboratórios têm demonstrado que o treinamento aeróbio é uma eficiente conduta terapêutica para reduzir a expressão e a atividade do SRA encefálico, corrigindo simultaneamente a disfunção autonômica. É nossa hipótese de trabalho que a hiperatividade do SRA, já demonstrada na HA possa se constituir em um fator casual da lesão da BHE que o treinamento aeróbio, ao reduzir a expressão/atividade do SRA encefálico, possa melhorar/corrigir a integridade da BHE e como tal, melhorar significativamente o controle autonômico da circulação. O presente projeto visa investigar em áreas autonômicas de controle cardiovascular (núcleo paraventricular do hipotálamo, núcleo do trato solitário e bulbo rostro-ventrolateral) de ratos SHR sedentários: 1) a presença de lesão da BHE, as alterações estruturais em seus componentes e sua possível correlação com o desequilíbrio autonômico; 2) os efeitos do treinamento aeróbio em reduzir/corrigir os efeitos deletérios na BHE e o déficit autonômico induzidos pela HA; 3) os efeitos da administração exógena de ANG II e de seu bloqueio endógeno sobre a lesão/integridade da BHE em SHR, IC e respectivos controles, submetidos ao treinamento ou sedentarismo. Em conjunto estes resultados nos possibilitarão identificar os efeitos da HA associada ou não ao treinamento sobre o funcionamento da BHE, bem como os mecanismos que os condicionam. A importância deste projeto reside no fato de desconhecermos o papel desempenhado pela BHE na adequada perfusão do Sistema Nervoso Central, as consequências determinadas pela presença de HA, bem como podermos identificar uma conduta terapêutica para melhorar/ reverter seus efeitos deletérios, com benefícios substanciais aos hipertensos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações científicas (8)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
RAQUEL, HIVINY DE ATAIDES; SOUZA GUAZELLI, CARLA FABIANA; VERRI JR, WALDICEU A.; MICHELINI, LISETE C.; MARTINS-PINGE, MARLI CARDOSO. Swimming training reduces iNOS expression, augments the antioxidant defense and reduces sympathetic responsiveness in the rostral ventrolateral medulla of normotensive male rats. Brain Research Bulletin, v. 170, p. 225-233, MAY 2021. Citações Web of Science: 0.
RODRIGUES DA COSTA, TASSIA SANTOS; MASSON, GUSTAVO SANTOS; DOS SANTOS EICHLER, ROSANGELA APARECIDA; DE SOUZA SILVA, JULIANE CRISTINA; LACCHINI, SILVIA; MICHELINI, LISETE COMPAGNO. Training-Induced Deactivation of the AT(1) Receptor Pathway Drives Autonomic Control and Heart Remodeling During the Transition From the Pre- to Hypertensive Phase in Spontaneously Hypertensive Rats. CIRCULATION JOURNAL, v. 84, n. 8, p. 1294+, AUG 2020. Citações Web of Science: 0.
ROCHA-SANTOS, CARLA; BRAGA, DOUGLAS COSTA; CERONI, ALEXANDRE; MICHELINI, LISETE C. Activity-Dependent Neuroplastic Changes in Autonomic Circuitry Modulating Cardiovascular Control: The Essential Role of Baroreceptors and Chemoreceptors Signaling. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 11, APR 9 2020. Citações Web of Science: 0.
FERREIRA-JUNIOR, NILSON C.; RUGGERI, ADRIANA; SILVA JR, SEBASTIAO D.; ZAMPIERI, THAIS T.; CERONI, ALEXANDRE; MICHELINI, LISETE C. Exercise training increases GAD65 expression, restores the depressed GABA(A) receptor function within the PVN and reduces sympathetic modulation in hypertension. PHYSIOLOGICAL REPORTS, v. 7, n. 13 JUL 2019. Citações Web of Science: 0.
DAMPNEY, ROGER A.; MICHELINI, LISETE C.; LI, DE-PEI; PAN, HUI-LIN. Regulation of sympathetic vasomotor activity by the hypothalamic paraventricular nucleus in normotensive and hypertensive states. AMERICAN JOURNAL OF PHYSIOLOGY-HEART AND CIRCULATORY PHYSIOLOGY, v. 315, n. 5, p. H1200-H1214, NOV 2018. Citações Web of Science: 8.
RAQUEL, HIVINY DE ATAIDES; FERREIRA, NATHALIA ZERBINATTI; CRUZ LUCCHETTI, BRUNO FERNANDO; FALQUETTO, BARBARA; PINGE-FILHO, PHILENO; MICHELINI, LISETE COMPAGNO; MARTINS-PINGE, MARLI CARDOSO. The essential role of hypothalamic paraventricular nucleus nNOS in the modulation of autonomic control in exercised rats. NITRIC OXIDE-BIOLOGY AND CHEMISTRY, v. 79, p. 14-24, SEP 1 2018. Citações Web of Science: 1.
SANTOS, C. R.; RUGGERI, A.; CERONI, A.; MICHELINI, L. C. Exercise training abrogates age-dependent loss of hypothalamic oxytocinergic circuitry and maintains high parasympathetic activity. Journal of Neuroendocrinology, v. 30, n. 8, SI AUG 2018. Citações Web of Science: 2.
BUTTLER, LEILA; JORDAO, MARIA T.; FRAGAS, MATHEUS G.; RUGGERI, ADRIANA; CERONI, ALEXANDRE; MICHELINI, LISETE C. Maintenance of Blood-Brain Barrier Integrity in Hypertension: A Novel Benefit of Exercise Training for Autonomic Control. FRONTIERS IN PHYSIOLOGY, v. 8, DEC 12 2017. Citações Web of Science: 11.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.