Busca avançada
Ano de início
Entree

Short communication: Follicle superstimulation prior to ovum pick-up for in vitro embryo production in Holstein cows

Processo: 16/12017-3
Modalidade de apoio:Auxílio à Pesquisa - Publicações científicas - Artigo
Vigência: 01 de julho de 2016 - 31 de dezembro de 2016
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Roberto Sartori Filho
Beneficiário:Roberto Sartori Filho
Instituição Sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Biotecnologia  Bovinos 
Palavra(s)-Chave do Pesquisador:Biotechnology | blastocyst | Cattle | Oocyte | Produção in vitro de embrião

Resumo

O objetivo foi avaliar a produção in vitro de embriões (PIV) em vacas holandesas não lactantes após superestimulação ovariana. As vacas foram distribuídas aleatoriamente em arranjo crossover para um dos dois grupos: Controle (n = 35): não sincronizado e não tratados com hormônios antes da OPU ou Hormônio (n = 35): a emergência da onda foi sincronizada e as vacas foram tratadas com p-FSH na presença de norgestomet antes da OPU. No grupo tratado com Hormônio, todos os folículos e 7 mm de diâmetro foram aspirados para a sincronização da emergência da onda e vacas receberam um implante auricular de norgestomet. Após 36 h, o tratamento com p-FSH (seis doses de 40 mg cada, 12 h de intervalo, i.m.) foi iniciado. A OPU de folículos> 2 mm de diâmetro foi realizada 44 h após o último p-FSH (coasting). Em seguida, foi realizada IVP. O número total de complexos cumulus-oócito (CCO) recuperado (16,0 vs 20,5 ± 2,2) e número de graus I a III de oócitos (viáveis) (10,7 vs 12,3 ± 1,6) não diferiu entre os tratados com hormônio e Controle, respectivamente. Além disso, não houve diferença no número de blastocistos por vaca por OPU (3,0 vs 2,6 ± 0,5), ou nas taxas de blastocisto (17,1 vs 12,2 ± 2,4%) entre tratadas com hormônio e Controle, respectivamente. Assim, neste estudo, superestimulação folícular ovariana com p-FSH seguido por coasting em vacas não-lactantes da raça Holandesa que tiveram a sincronização da emergência da onda e suplementação com progestágeno, não melhorou a qualidade do oócito ou a PIV de embrião comparação com nenhum tratamento hormonal. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)