Busca avançada
Ano de início
Entree

Úlcera venosa: tratamento endovenoso ampliado de perfurantes insuficientes e safenas varicosas por radiofrequência versus tratamento compressivo multiextrato -Ensaio clínico controlado randomizado

Processo: 15/17004-4
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Igor Rafael Sincos
Beneficiário:Igor Rafael Sincos
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados: Anna Paula Weinhardt Baptista Sincos ; Erasmo Simão da Silva ; Felipe Birchal Collares ; Jorgete Barreto dos Santos ; Juliana Puggina ; Rina Maria Pereira Porta ; Walter Campos Junior
Assunto(s):Úlcera varicosa  Radiofrequência  Procedimentos cirúrgicos vasculares 

Resumo

A úlcera venosa (UV) é uma das manifestações mais graves da insuficiência venosa crônica (IVC) dos membros inferiores (MMII), e tem grande importância para a saúde pública, por sua elevada incidência e prevalência e pelo alto impacto socioeconômico.1 O repouso com os membros elevados, associado à compressão e exercício físico são modalidades terapêuticas comumente utilizadas que aceleram o fechamento da úlcera, no entanto, apresentam significativa taxa de recidiva (26-28% em 12 meses, podendo chegar a 69%).1-4 O tratamento cirúrgico convencional, isolado, do sistema venoso superficial (safenectomia) não apresenta uma taxa de cicatrização maior que o tratamento compressivo, porém diminui muito a chance de recidiva da úlcera1,5,6. Embora a terapia ablativa endovenosa apresenta grande desenvolvimento e vários estudos no tratamento das varizes de membros inferiores, ela têm sido pouco estudada para o tratamento de pacientes com úlcera venosa5,6. Em revisão sistemática recentemente publicada, não foi encontrado nenhum estudo clínico prospectivo e randomizado sobre o tema.7O objetivo deste estudo é analisar o efeito da terapia endovenosa com radiofrequência para o tratamento da insuficiência venosa do sistema venoso superficial e perfurante versus a terapia compressiva por bandagem multiextrato em pacientes com úlcera venosa ativa.Trata-se de um ensaio clínico prospectivo controlado e randomizado. Serão estudadas pessoas portadoras de úlcera venosa em membro inferior com insuficiência venosa primária do sistema venoso superficial e perfurante, associado ou não à refluxo no sistema venoso profundo, divididos em dois grupos experimentais: terapia compressiva isolada, e terapia compressiva associada ablação ampliada (sistema venoso superficial e perfurante). Serão analisados taxa de fechamento e recidiva da úlcera, incremento na qualidade de vida dos sujeitos e custo-efetividade das intervenções. Os pacientes serão seguidos por 12 meses após o fechamento da úlcera. (AU)