Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da associação de aspectos clínicos, funcionais e de neuroimagem em mulheres com migrânea

Processo: 15/18031-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Temático
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de julho de 2021
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fisioterapia e Terapia Ocupacional
Pesquisador responsável:Débora Bevilaqua Grossi
Beneficiário:Débora Bevilaqua Grossi
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesquisadores principais:Anamaria Siriani de Oliveira
Pesq. associados: Camila de Giacomo Carneiro Barros ; César Fernandez de Las Penas ; Fabiola Dach ; Marcelo Eduardo Bigal ; Paolo Bonato ; Renato de Moraes
Bolsa(s) vinculada(s):19/26795-6 - Análise da mobilidade funcional em indivíduos migranosos com e sem cinesiofobia, BP.IC
18/22999-3 - Monitorização da pressão intracraniana não invasiva (PICNI) em pacientes com migrânea crônica, BP.PD
18/23832-5 - Avaliação da força máxima e da atividade eletromiográfica da musculatura cervical em Migrânea e Migrânea Crônica: estudo controlado, BP.PD
+ mais bolsas vinculadas 18/21687-8 - Teste de flexão craniocervical em mulheres com migrânea associada ou não a cervicalgia, BP.IC
18/21066-3 - Correlação entre alodinia cutânea e o volume e espessura do lobo somatossensorial em pacientes com migrânea, BP.IC
18/17783-1 - Avaliação da força máxima e da atividade eletromiográfica da musculatura cervical em Migrânea e Migrânea Crônica: estudo transversal, BP.TT
17/20902-0 - Avaliação do controle postural estático com e sem perturbação visual e sonora em mulheres com migrânea, BP.IC
17/20711-0 - Comparação entre dois métodos de mensuração de força muscular cervical, BP.IC
17/20839-6 - Avaliação da influência do sistema visual no equilíbrio postural de mulheres com migrânea, BP.IC
17/21371-8 - Avaliação da força máxima e da atividade eletromiográfica da musculatura cervical em migrânea e migrânea crônica: estudo transversal, BP.TT
17/07094-1 - Posturografia computadorizada dinâmica em pacientes com migrânea, BP.TT
17/07410-0 - Avaliação da força máxima e da atividade eletromiográfica da musculatura cervical em Migrânea e Migrânea Crônica: estudo controlado, BP.PD
17/07482-1 - Posturografia computadorizada dinâmica em pacientes com Migrânea, BP.PD
17/05948-3 - Avaliação da força máxima e da atividade eletromiográfica da musculatura cervical em Migrânea e Migrânea Crônica: estudo transversal, BP.TT - menos bolsas vinculadas
Assunto(s):Biomecânica  Cervicalgia  Equilíbrio postural  Fenômenos biomecânicos  Cefaleia  Enxaqueca sem aura  Neuroimagem  Mulheres 

Resumo

O estudo das cefaleias, especialmente a migrânea na área da Fisioterapia, é um tema inovador especialmente quando em associação com áreas clínicas, como a neurologia e a otoneurologia. Nosso grupo tem estudado há anos as repercussões musculoesqueléticas e funcionais nestes pacientes, mas as adaptações do controle motor e suas relações com aspectos clínicos e estruturais ainda não foram adequadamente testadas. O objetivo desse Projeto é identificar se há adaptações permanentes no controle motor de pacientes migranosos e se essas adaptações geram repercussões funcionais. Será avaliado: 1) o controle neuromuscular cervical em condições máximas e submáximas 2) o controle postural e a contribuição do sistema vestibular, visual e proprioceptivo para a manutenção do mesmo; além da repercussão de perturbações externas na manutenção do equilíbrio estático e dinâmico 3) a correlação dessas alterações funcionais com alterações estruturais do Sistema Nervoso Central ou dos sistemas oculomotores e vestibular. Ainda, pretende-se elucidar a magnitude da associação destas repercussões musculoesqueléticas e funcionais com a cronificação da frequência da migrânea. Para tanto, está sendo proposto a realização de três estudos onde serão selecionadas, de acordo com cada objetivo, mulheres com migrânea, divididas de acordo com o subtipo de migrânea: migrânea com aura, migrânea sem aura e migrânea crônica e indivíduos controle. As voluntárias passarão por exame de ressonância magnética e exames otoneurológicos e serão avaliadas no que diz respeito ao movimento da coluna cervical, à postura, ao equilíbrio e à locomoção adaptativa de acordo com cada estudo. Os dados destes estudos contribuirão para o conhecimento da adequada abordagem multiprofissional do indivíduo com migrânea bem como de suas relações com variáveis musculoesqueléticas e funcionais; ainda fornecerão subsídios para o melhor diagnóstico clínico e cinético funcional dessa condição considerando também aspectos neurológicos e otoneurológicos. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Pós-doutorado em pesquisa sobre enxaqueca com bolsa da FAPESP 
Pós-Doutorado em Fisioterapia e Terapia Ocupacional com Bolsa da FAPESP