Busca avançada
Ano de início
Entree

Quantificação, identificação e bioprospecção do potencial de bactérias e cianobactérias, isoladas de sedimentos de manguezais de áreas portuárias, para biodegradação de hidrocarbonetos e derivados

Processo: 15/21020-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de janeiro de 2019
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Microbiologia - Microbiologia Aplicada
Pesquisador responsável:Ana Julia Fernandes
Beneficiário:Ana Julia Fernandes
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB-CLP). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus Experimental do Litoral Paulista. São Vicente , SP, Brasil
Pesq. associados:Cristiane Angélica Ottoni ; Marcos Antonio de Oliveira ; Roberto Fioravanti Carelli Fontes
Assunto(s):Bactérias  Biodegradação  Hidrocarbonetos  Cianobactérias  Sedimentos  Microbiologia marinha  Manguezais 

Resumo

A Zona Costeira está sujeita a inúmeros impactos e pressões causadas pelas atividades portuárias e petrolíferas, as quais degradam o ambiente lançando nos estuários e manguezais diversos poluentes, entre eles os hidrocarbonetos e seus derivados. O ambiente marinho mais afetado por hidrocarbonetos é o sedimento, uma vez que os derivados de petróleo possuem maior densidade que as águas costeiras e acabam por se depositar nos substratos de fundo. Alguns microrganismos autóctones, tais como bactérias e cianobactérias, são capazes de degradar hidrocarbonetos e, portanto, apresentam aumentos populacionais em locais contaminados. Deste modo, a dominância numérica de certas espécies de microrganismos em sedimentos contaminados, facilita o isolamento em culturas, de espécies microbianas degradadoras de hidrocarbonetos e com potencial para utilização em produtos para a biorremediação. Apesar disto, atualmente é sabido que somente uma parcela de 1-5% dos microrganismos existentes nos mais diversos ambientes é cultivável portanto 95% dos componentes da microbiota ambiental são ainda desconhecidos e é provável que os microrganismos não cultiváveis sejam ótimos degradadores de poluentes e/ou produtores de enzimas ou então que produtos do seu metabolismo sejam responsáveis por estimular a ação de microrganismos degradadores cultiváveis. O presente projeto tem como objetivos principais identificar as espécies de bactérias e de cianobactérias presentes em sedimentos estuarinos impactados e não impactados e, a partir do conhecimento da diversidade microbiana e do isolamento de cultiváveis, detectar a presença de espécies com potencial biotecnológico para biodegradação de hidrocarbonetos e para produção de enzimas e de micromoléculas de interesse comercial. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.