Busca avançada
Ano de início
Entree

Caracterização de rejeitos de RSU no município de São Paulo - SP

Resumo

Com a publicação da Lei nº 12.305/2010 que institui a Política Nacional dos Resíduos Sólidos (PNRS) no Brasil, um novo conceito para gerenciamento de resíduos sólidos urbanos tem sido abordado. De acordo com a PNRS, somente deverão ser destinados a aterros sanitários aquilo que não puder ser reciclado ou reaproveitado e que, segundo esta Política, é considerado como rejeito. Nota-se agora uma "associação" das diversas instituições envolvidas em todas as fases do ciclo de produção, consumo e pós-consumo, geração e destinação final dos resíduos sólidos e os principais atores envolvidos (produtores de mercadorias que geram resíduos nas fases de comerciantes, distribuidores, importadores, prestadores de serviço público ou privado de manejo de resíduos sólidos e consumidores). O presente projeto de pesquisa objetiva a contextualização dos rejeitos com base nas leis e inventários de resíduos existentes para o município de São Paulo, e na caracterização gravimétrica a partir da análise dos resíduos considerados como reciclados pela sociedade, porém, destinados a aterros sanitários após a segregação realizada por cooperativas de catadores. Após este levantamento, espera-se alcançar percentuais de melhorias nesse processo de gestão e mesmo para construção e projeto de aterros sanitários, com o envolvimento dos agentes sociais atuantes em cada etapa. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)