Busca avançada
Ano de início
Entree

Tratamento biológico de efluente de indústria cítrica em reator anaeróbio horizontal de leito fixo com diferentes materiais suportes para imobilização de biomassa

Processo: 15/15880-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de junho de 2016 - 31 de maio de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Arnaldo Sarti
Beneficiário:Arnaldo Sarti
Instituição-sede: Instituto de Química (IQ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Pesq. associados:Paulo Clairmont Feitosa de Lima Gomes
Assunto(s):Tratamento biológico 

Resumo

O Brasil é o detentor da maior parcela da produção mundial de suco de laranja concentrado. Em contrapartida a alta produção impacta diretamente nas indústrias cítricas, no que diz respeito, as quantidades geradas de efluentes líquidos a serem tratados nos sistemas de tratamento implantados nas indústrias. Estes sistemas de tratamento são em sua maioria compostas de unidades biológicas para remoção específica de matéria orgânica. Tais unidades não atingem as eficiências esperadas muito em função da inibição da atividade biológica pela presença de compostos tóxicos residuais, como o D-limoneno (terpeno) extraído da casca da laranja. Neste contexto, o objetivo principal da pesquisa é avaliar a degradação de D-limoneno para várias concentrações em reator anaeróbio horizontal de leito fixo composto de suportes inertes para imobilização de biomassa. Posteriormente, os microrganismos envolvidos no processo biológico de tratamento serão identificados a partir de inóculo anaeróbio e ao longo da operação do reator. O intuito é permitir a remoção deste composto dos efluentes cítricos a partir de biomassa especifica selecionada em função das condições operacionais a serem empregadas no reator. Portanto, a busca da efetiva remoção do d-limoneno dos efluentes líquidos poderá viabilizar a melhoria funcional dos sistemas empregados pelas indústrias cítricas e causar menor impacto ambiental dos efluentes tratados. (AU)