Busca avançada
Ano de início
Entree

Visita do Prof. Andrea Sgoifo da Universidade de Parma (Itália) ao laboratório de Farmacologia da Faculdade de Ciências Farmacêuticas - UNESP

Processo: 16/09062-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisador Visitante - Internacional
Vigência: 22 de junho de 2017 - 30 de julho de 2017
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Carlos Cesar Crestani
Beneficiário:Carlos Cesar Crestani
Pesquisador visitante: Andrea Sgoifo
Inst. do pesquisador visitante: Università degli Studi di Parma, Itália
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCFAR). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Araraquara. Araraquara , SP, Brasil
Assunto(s):Neurofarmacologia  Sistema cardiovascular  Estresse psicológico  Roedores  Intercâmbio de pesquisadores 

Resumo

Andrea Sgoifo é bacharel em Ciências Biológicas (Universidade de Parma, Itália, 1987) e possui doutorado em Fisiopatologia Cardiovascular (Universidade de Milão, Itália, 1994). Ele é professor de Fisiologia na Universidade de Parma (Itália) desde 2005. O Professor Sgoifo é membro do corpo editorial de 15 periódicos científicos internacionais e foi professor visitante de numerosas instituições internacionais na Europa e na Austrália. A atividade de pesquisa do Prof. Sgoifo é intimamente relacionada com os estudos desenvolvidos em meu laboratório. Entretanto, as abordagens metodológicas e experimentais empregadas no laboratório do Prof. Sgoifo são diferentes daquelas utilizadas em nosso grupo. Por exemplo, diferentemente do registro direto da pressão arterial empregado em meu laboratório através do implante de cânulas arteriais, o Prof. Sgoifo possui ampla experiência no registro de eletrocardiograma por radiotelemetria em ratos e camundongos. Além disso, o Prof. Sgoifo é um dos pesquisadores que tem contribuído mais intensamente para o entendimento da biologia das disfunções cardiovasculares causadas pelo estresse usando modelos experimentais de estresse social (especialmente o estresse de derrota social), nos quais tem sido preconizados nos estudos da biologia do estresse por serem mais etológicos e permitirem abordagens em uma perspectiva translacional. Eu conheci o Prof. Sgoifo em dois eventos científicos internacionais realizados no ano passado na Itália, ambos dos quais ele era membro do comitê organizador. Ainda nesse contato inicial, eu mencionei o meu interesse em ampliar as técnicas de análise da função cardiovascular empregadas em meu laboratório (especialmente aquelas que habilite o registro eletrocardiográfico a longo prazo em animais não-anestesiados), como também a padronização de novos modelos de estresse social, mais etológicos e translacionais do que aqueles empregados atualmente em nosso laboratório. O Prof. Sgoifo também mencionou especial interesse em colaboração com o nosso grupo. Desse modo, como um primeiro passo para o início da colaboração com o Prof. Sgoifo, meu aluno de doutorado Jonas Vieira está finalizando uma proposta para realização de um período "sanduiche" no laboratório do Prof. Sgoifo entre Julho-Novembro/2016. Como um próximo passo, seria proveitosa a visita do Prof. Sgoifo ao nosso laboratório. Além da contribuição para a implantação de novas técnicas de registro da função cardiovascular e na padronização de novos modelos experimentais, a visita facilitará a discussão dos estudos desenvolvidos atualmente em nosso grupo e a definição e início de estudos em colaboração. O Prof. Dr. Fernando M.A. Correa e o Prof. Dr. Leonardo B.M. Resstel do Departamento de Farmacologia da FMRP-USP são colaboradores do nosso grupo e também tem investigado as alterações cardiovasculares induzidas por estímulos aversivos. Desse modo, uma visita à Ribeirão Preto também fará parte das atividades do Prof. Andrea Sgoifo no Brasil. Assim, o programa para a visita do Prof. Sgoifo inclui 4 atividades: 1) oferta de um curso intitulado "The effects of emotional stress on the cardiac function"; 2) discussão dos projetos de pesquisa dos meus alunos de Pós-Graduação, com vistas a realização de colaboração com o Prof. Sgoifo para a inclusão de análises e experimentos adicionais; 3) realização de um estudo preliminar com o objetivo de comparar em ratos adolescentes e adultos a ocorrência de arritmias cardíacas induzidas pelo estresse de isolamento social; e 4) visita ao Departamento de Farmacologia da FMRP-USP para discussão de atividades de pesquisa com o Prof. Fernando Correa e o Prof. Leonardo Resstel e proferimento de palestra. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.