Busca avançada
Ano de início
Entree

Projeto piloto do programa de transplante uterino do Hospital das Clínicas - FMUSP

Processo: 16/01223-1
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2016 - 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Cirurgia
Pesquisador responsável:Wellington Andraus
Beneficiário:Wellington Andraus
Instituição-sede: Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (HCFMUSP). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Dani Ejzenberg ; Edmund Chada Baracat ; Luana Regina Baratelli Carelli Mendes ; Luciana Bertocco de Paiva Haddad ; Luiz Augusto Carneiro D'Albuquerque
Assunto(s):Infertilidade feminina  Transplante uterino  Técnicas de reprodução assistida  Gravidez 

Resumo

O transplante uterino é uma modalidade terapêutica experimental para os casos de infertilidade conjugal com fator uterino sem possibilidade de correção cirúrgica e que queiram ter filhos. Desta forma, estaria indicado para os casos de malformação uterina; histerectomia prévia por neoplasia, hemorragia pós-parto ou sangramento uterino aumentado; e aderências intrauterinas (Síndrome de Asherman). 5 pacientes serão recrutadas no ambulatório da Ginecologia entre pacientes com malformação uterina incompatível com gravidez ou que forem submetidas à histerectomia por neoplasia cervical ou leiomiomas e que desejam ter filhos. Previamente ao transplante será realizado ciclo de reprodução assistida com gonadotrofinas para estimulação ovariana, aspiração de oocitos e criopreservação de embriões. O transplante será realizado com doador cadáver compatível com até 69 anos de idade. Para imunossupressão serão utilizadas as drogas colocação dos embriões no útero transplantado será realizada 6 meses após o transplante. Após a confirmação da gestação a paciente será encaminhada ao pré-natal de alto risco para seguimento da gestação e monitorização de rejeição ao transplante. Após o parto será realizada a retirada do útero transplantado. (AU)