Busca avançada
Ano de início
Entree

Potencial agronômico de biofertilizantes líquidos produzidos a partir de resíduos agroindustriais

Processo: 16/11658-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Maria Olímpia de Oliveira Rezende
Beneficiário:Maria Olímpia de Oliveira Rezende
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Substâncias húmicas  Fertilizantes biológicos  Resíduos orgânicos  Química ambiental 

Resumo

A utilização de resíduos orgânicos na agricultura vem se constituindo em uma tendência mundial para produzir alimentos. Esta forma de produção enaltece a ausência de produtos químicos industrializados no sistema produtivo agropecuário. Em adição, agrega valor a resíduos antes indesejáveis, transformando-os em insumos. Uma prática sustentável e de baixo custo é o emprego de biofertilizantes. Biofertilizante é a designação dada ao efluente líquido obtido da fermentação aeróbia ou anaeróbia da matéria orgânica e água, cujo produto final contém células vivas ou latentes de micro-organismos. O objetivo do presente trabalho é testar o potencial agronômico de biofertilizantes associados ao sistema convencional de manejo e à técnica do cultivo hidropônico, com vistas a contribuir com o menor consumo das reservas naturais de nutrientes do planeta, contribuindo para a manutenção do ciclo da matéria orgânica. Os biofertilizantes serão preparados a partir de três resíduos e das misturas entre eles: esterco bovino, bagaço de laranja e cama de frango, que serão caracterizados em diversas etapas quanto à acidez, condutividade elétrica, concentração de macro e micronutrientes, teor de matéria orgânica, dentre outros, parâmetros de qualidade sanitária e também por espectroscopia. Será utilizado um delineamento experimental inteiramente casualizado, com três repetições em esquema fatorial, além dos testemunhos que serão apenas a aplicação de água e outro com aplicação de fertilizante mineral (NPK) para posteriores comparações. As culturas avaliadas compreenderão alface em vaso e alface hidropônica, onde o biofertilizante será utilizado como solução nutritiva. Será também avaliada a influência dos biofertilizantes no conteúdo de auxina (ácido 3-indol-acético, AIA) para o desenvolvimento das culturas estudadas. (AU)