Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo translacional de estratégias e biomarcadores para a promoção da longevidade saudável

Processo: 16/07115-6
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2016 - 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Neuropsicofarmacologia
Pesquisador responsável:Tânia Araújo Viel
Beneficiário:Tânia Araújo Viel
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP). Fundação Arnaldo Vieira de Carvalho. São Paulo, SP, Brasil
Pesq. associados:Carolina Demarchi Munhoz ; Hudson de Sousa Buck ; Mariana da Silva Araujo
Assunto(s):Envelhecimento  Memória  Longevidade  Plasticidade neuronal 

Resumo

O processo de envelhecimento vem atraindo a atenção mundial, uma vez que sua fase mais tardia, a velhice, pode ser acompanhada de diversas doenças crônicas muitas vezes debilitantes. Nos últimos anos, nosso grupo de pesquisa vem mostrando os benefícios do enriquecimento ambiental e da administração de microdoses dos íons de lítio para a melhora da memória de animais e seres humanos, o que pode levar à longevidade com saúde. Além disso, buscamos verificar o papel do sistema colinérgico na neuroplasticidade. Dessa forma, é nosso interesse investigar o envolvimento desse sistema na longevidade saudável. Nossa hipótese é que o tratamento com microdoses de lítio e o uso de ambiente enriquecido são estratégias eficientes para a prevenção e tratamento das disfunções cognitivas que ocorrem durante a velhice. Essas estratégias podem promover a neuroplasticidade, reduzir o estresse e alterar o perfil inflamatório crônico. Portanto, o objetivo geral desse projeto é avaliar a alteração de marcadores biológicos para neuroplasticidade, estresse e inflamação em animais e seres humanos submetidos ou não a estratégias para promoção do envelhecimento saudável. Em roedores, os efeitos do lítio serão observados em camundongos pertencentes a uma linhagem que apresenta velhice acelerada (SAMP-8, "senescence-accelerated mouse"). Em seres humanos, esses efeitos serão observados em voluntários diagnosticados com a doença de Alzheimer e submetidos ou não ao tratamento. A análise dos biomarcadores para neuroplasticidade, bem como o estudo do sistema colinérgico, serão feitos utilizando-se amostras cerebrais de ratos LOU, um modelo de envelhecimento saudável, em comparação a amostras pertencentes a um banco de cérebros de idosos longevos, diagnosticados ou não com doença de Alzheimer. Dessa forma, pretendemos fazer uma análise translacional dos mecanismos moleculares relacionados à longevidade e verificar a influência dos diferentes tratamentos e do papel do sistema colinérgico nesse processo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Atividades físicas e sociais protegem o cérebro de danos do Alzheimer 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BALTHAZAR, JANAINA; SCHOWE, NATALIA MENDES; CIPOLLI, GABRIELA CABETT; BUCK, HUDSON SOUSA; VIEL, TANIA ARAUJO. Enriched Environment Significantly Reduced Senile Plaques in a Transgenic Mice Model of Alzheimer's Disease, Improving Memory. FRONTIERS IN AGING NEUROSCIENCE, v. 10, SEP 26 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.