Busca avançada
Ano de início
Entree

Dark matter search at LHC

Processo: 16/50013-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de julho de 2018
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física das Partículas Elementares e Campos
Convênio/Acordo: Imperial College, Reino Unido
Pesquisador responsável:Sergio Ferraz Novaes
Beneficiário:Sergio Ferraz Novaes
Pesq. responsável no exterior: Oliver Buchmuleler
Instituição no exterior: Imperial College London, Inglaterra
Instituição-sede: Núcleo de Computação Científica (NCC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/01907-0 - Centro de Pesquisa e Análise de São Paulo, AP.TEM
Assunto(s):Matéria escura  Projetos SPRINT 

Resumo

A busca por matéria escura é um dos tópicos mais relevantes e desafiadores da pesquisa em física básica. Até o momento, existem apenas evidências cosmológicas indiretas da existência de matéria escura no Universo. Evidências advindas de fontes não-cosmológicas fortaleceriam a hipótese da matéria escura, provendo uma confirmação independente da sua existência. Os experimentos do Large Hadron Collider são capazes de contribuir para a busca dessas partículas tão efusivas. A colaboração CMS tem um programa bem estabelecido para o estudo da produção de eventos do tipo "mono-X", nos quais uma única partícula X é acompanhada por uma grande magnitude de energia transversa faltante. Evidência de um excesso de eventos mono-X, além daqueles previstos pelo modelo padrão, poderia indicar a produção de matéria escura; a interpretação de um resultado positivo poderia assim esclarecer a natureza de uma física além do modelo padrão. (AU)