Busca avançada
Ano de início
Entree

Estrutura de taxocenoses de anfíbios, répteis e pequenos mamíferos no cerrado: o papel de fatores locais e regionais

Processo: 15/21259-8
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2016 - 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia de Ecossistemas
Pesquisador responsável:Marcio Roberto Costa Martins
Beneficiário:Marcio Roberto Costa Martins
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Paula Carmignotto ; Cristiano de Campos Nogueira ; Hamanda Badona Cavalheri ; Leandro Reverberi Tambosi ; Ricardo Jannini Sawaya
Bolsa(s) vinculada(s):16/20088-8 - Diversidade de anuros, lagartos, serpentes e pequenos mamíferos em diferentes fisionomias de cerrado na Estação Ecológica de Santa Bárbara, BP.TT
Assunto(s):Lagartos  Pequenos mamíferos  Serpentes  Ecologia de comunidades  Cerrado  Anfíbios 

Resumo

Embora a fauna do Cerrado tenha sido bem estudada nas últimas décadas, são raros os estudos focados nas causas das variações locais e regionais na estrutura das taxocenoses de vertebrados no Cerrado. O presente estudo visa contribuir para o entendimento dessas variações por meio de amostragens de anfíbios, répteis e pequenos mamíferos em um mosaico de fisionomias de cerrado, bem como com informações disponíveis na literatura sobre diversidade desses grupos. Mais especificamente, esse projeto tem os seguintes objetivos: (1) descrever a estrutura de taxocenoses de anfíbios, répteis e pequenos mamíferos em diferentes fisionomias de cerrado sensu lato; (2) descrever a estrutura das taxocenoses e a fenologia de anfíbios em corpos d'água; (3) testar o efeito de fatores ambientais sobre a estrutura de taxocenoses de anfíbios, répteis e pequenos mamíferos em um gradiente de densidade de fisionomias vegetais (de formações campestres a florestais); (4) testar o efeito de fatores ambientais sobre a estrutura de taxocenoses de anfíbios em corpos d'água; e (5) testar a hipótese de que as condições físicas das formações mais densas de cerrado funcionam como filtro ambiental para os anfíbios, répteis e pequenos mamíferos típicos do Cerrado. Faremos as amostragens de campo na Estação Ecológica de Santa Bárbara (Águas de Santa Bárbara, SP) por meio de armadilhas de queda, armadilhas de pequenos mamíferos e procura visual/auditiva. Usaremos métodos correntes nas comparações de diversidade, análises multivariadas para testar possíveis associações entre diversidade e estrutura do ambiente e métodos ecofilogenéticos para a detecção de filtros ambientais. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
BIRSKIS-BARROS, IRINA; ALENCAR, LAURA R. V.; PRADO, PAULO I.; BOHM, MONIKA; MARTINS, MARCIO. Ecological and Conservation Correlates of Rarity in New World Pitvipers. DIVERSITY-BASEL, v. 11, n. 9 SEP 2019. Citações Web of Science: 0.
MENEGUCCI, RAFAEL COSTABILE; BERNARDE, PAULO SERGIO; MONTEIRO, WUELTON MARCELO; NETO, PEDRO FERREIRA; MARTINS, MARCIO. Envenomation by an opisthoglyphous snake, Erythrolamprus aesculapii (Dipsadidae), in southeastern Brazil. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 52, 2019. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.