Busca avançada
Ano de início
Entree

Prospecção de atividade de lipídios, nanocarreadores e vesículas lipídicas nanoestruturadas em soluções crioprotetoras e desenvolvimento de kits para uso em tecnologia da reprodução assistida

Processo: 15/50523-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de agosto de 2016 - 31 de agosto de 2019
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Pesquisador responsável:Alessandra Aparecida Vireque
Beneficiário:Alessandra Aparecida Vireque
Empresa:INVITRA - Tecnologia da Reprodução Assistida Ltda
Município: Ribeirão Preto
Vinculado ao auxílio:13/50881-3 - Prospecção de atividade de lipídios e carreadores lipídicos em soluções crioprotetoras e desenvolvimento de kits para uso em tecnologia da reprodução assistida, AP.PIPE
Bolsa(s) vinculada(s):16/25967-0 - Prospecção de atividade de lipídios, nanocarreadores e vesículas lipídicas nanoestruturadas em soluções crioprotetoras e desenvolvimento de kits para uso em tecnologia da reprodução assistida, BP.TT
16/18810-7 - Prospecção de atividade de lipídios e carreadores lipídicos em soluções crioprotetoras e desenvolvimento de kits para uso em tecnologia da reprodução assistida, BP.TT
16/18784-6 - Prospecção de atividade de lipídios, nanocarreadores e vesículas lipídicas nanoestruturadas em soluções crioprotetoras e desenvolvimento de kits para uso em tecnologia da reprodução assistida, BP.PIPE
Assunto(s):Técnicas de reprodução assistida  Criopreservação animal  Lipidômica  Lipídeos  Oócitos  Embrião  Nanotecnologia  Kit de reagentes para diagnóstico 

Resumo

Clinicamente, existe uma necessidade imediata de criopreservar com êxito (maior reprodutibilidade de resultados) e segurança o oócito humano em programas de preservação de fertilidade e tratamentos de fertilização assistida. Na reprodução animal, o congelamento de oócitos bovinos e de outras espécies domésticas ainda representa um desafio e pode ter grande impacto no manejo reprodutivo de fêmeas de alto mérito genético permitindo a criação de um banco de gametas, com impacto direto nas biotécnicas reprodutivas como a produção in vitro de embriões e clonagem. Novas formulações de meios crioprotetores, contendo nanoestruturas funcionalizadas e biomoléculas que sabidamente participam da estrutura e funcionalidade celular, em particular da dinâmica do sistema de membranas da célula, podem propiciar avanços consistentes nas técnicas de criopreservação de gametas/embriões, encontrando ampla aplicação na reprodução assistida humana e animal. Nosso objetivo é prospectar novas tecnologias partindo de princípios da biomimética, nanotecnologia e plataformas "omics" na formulação de soluções crioprotetoras para o desenvolvimento de kits de vitrificação para oócitos/embriões. Pretendemos na fase 2 do projeto avaliar os efeitos de ácidos graxos e antioxidantes nanoveiculados na resistência ao congelamento, reduzir a concentração de etilenoglicol e dimetilsulfóxido no meio de vitrificação, bem como delinear uma formulação contendo nanocrioprotetores com boa estabilidade físico-química e maior eficácia. As soluções crioprotetoras serão preparadas a partir de meio base e modificadas pela introdução de nanossomas em formulações contendo ácidos graxos e antioxidantes para a nanoveiculação ao oócito. A bioatividade dos sistemas nanoestruturados nas soluções crioprotetoras será avaliada em ensaio in vitro em modelo experimental bovino, utilizando protocolo de vitrificação associado ao tratamento antioxidante do oócito, com eficiência comprovada nos outcomes de produção de embriões. Serão determinados os índices de sobrevivência pós-descongelamento e desenvolvimento embrionário pré-implantacional de oócitos vitrificados com meio preparado in loco (meio de vitrificação teste) em comparação com oócitos frescos. Adicionalmente, serão analisados: a) internalização/compartimentalização das espécies lipídicas associadas aos nanocarreadores (imunofluorescência e microscopia confocal de alta resolução); b) potencial de membrana mitocondrial pelos ensaios Mitotacker e JC-1 e c) perfil lipídico dos oócitos por espectrometria de massas (MALDI/MS) e HPLC/ion trap MS/MS. (AU)