Busca avançada
Ano de início
Entree

Low-level laser therapy (904 nm) counteracts motor deficit of mice hind limb following skeletal muscle injury caused by snakebite-mimicking intramuscular venom injection

Resumo

As miotoxinas presentes no veneno botrópico rompem o sarcolema das fibras musculares levando a liberação de proteínas sarcoplasmáticas e perda da homeostase muscular. A mionecrose e a anóxia tecidual induzida pelo déficit vascular podem levar a amputação ou perda funcional do membro da vítima. O objetivo deste estudo foi investigar a função motora dinâmica em camundongos submetidos à injeção do veneno de Bothrops jararacussu (Bjssu) e expostos à terapia laser de baixa intensidade (LLLT). Camundongos Swiss machos receberam injeção de Bjssu (830 ug/Kg) na porção medial do músculo gastrocnêmio direito. Depois de três horas, a região da injeção foi irradiada com um laser diodo semicondutor (AsGa - 904 nm, 4 J/cm²), seguido por tratamento nos períodos de 24, 48 e 72 horas. Como controle utilizou-se injeção de solução salina (NaCl 0,9%). A análise da marcha foi realizada 24 horas antes da injeção do veneno e e a cada período pós-injeção de Bjssu por meio do método CatWalk. Dados de parâmetros espaço-temporais, Apoio, Intensidade Máxima, Balanço, Velocidade do Balanço, Comprimento da Passada e Ciclo do Passo foram considerados. O período de 3 horas após a indução da mionecrose foi considerado crítico para todos os parâmetros avaliados no membro posterior direito. As diferenças (p<0,05) foram concentradas nos grupos veneno e veneno + laser placebo durante o período de 3 horas pós-lesão, em que os valores de Apoio da maioria dos animais foram nulos. Após este período, as características da marcha foram reestabelecidas para todos os parâmetros. No período de 3 horas pós-lesão o grupo veneno + laser manteve os valores da marcha em níveis similares aos de 24 horas antes da injeção de Bjssu, indicando que o laser AsGa melhorou os parâmetros espaço-temporais da marcha no período considerado crítico após inoculação do Bjssu. Este é o primeiro estudo a analisar com tecnologia de ponta os déficits funcionais da marcha causados pelo envenenamento assim como os benefícios produzidos pela irradiação com laser AsGa. Neste sentido, o estudo preenche uma lacuna no campo da função motora após lesão por envenenamento, bem como sobre os efeitos da terapia laser neste processo. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)