Busca avançada
Ano de início
Entree

Endocrine-disrupting chemicals, global warming and reproductive health in fishes

Processo: 15/50465-5
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de setembro de 2016 - 31 de agosto de 2018
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Convênio/Acordo: Texas Tech University
Pesquisador responsável:Ricardo Shohei Hattori
Beneficiário:Ricardo Shohei Hattori
Pesq. responsável no exterior: Reynaldo Patiño
Instituição no exterior: Texas Tech University (TTU), Estados Unidos
Instituição-sede: Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/17612-9 - Caracterização genética, controle de sexo e transplantes de células germinativas em estoques cultivados de salmonídeos da Estação Experimental de Salmonicultura de Campos do Jordão, AP.JP
Assunto(s):Aquicultura  Peixes  Disruptores endócrinos  Sistema hipotálamo-hipofisário  Hormônios tireóideos  Melatonina  Expressão gênica  Gametogênese  Projetos SPRINT 

Resumo

Estressores ambientais como os EDCs (endocrine-disrupting chemicals) e o aumento de temperaturas globais podem impactar a determinação sexual e a produção de gametas em vertebrados. Apesar de dados de nossos e outros grupos sugerirem que a ação de tais estressores seja mediada por perturbações no hormônio da tireoide, no hormônio do estresse e nos padrões de produção de melatonina, os mecanismos fisiológico-moleculares destas ações e de suas interações com o clássico eixo hipotálamo-hipófise-gônada (HHG) não estão bem esclarecidos. Neste estudo, os efeitos dos EDCs e do estresse térmico sobre a sinalização da tireoide e da melatonina serão examinados no modelo animal biomédico, o Zebrafish, e na espécie de aquicultura, a Truta arco-íris. A expressão de genes-chave envolvidos lio eixo hormônio da tireoide, melatonina e sinalização de estresse térmico serão determinados para caracterizar tais mecanismos. As informações geradas serão relevantes para avaliação de impactos de EDCs e aquecimento global na saúde reprodutiva de peixes selvagens. Além disso, um melhor entendimento da diferenciação sexual e gametogênese pode trazer novas opções para otimização das tecnologias atuais de aquicultura. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Microagulhas podem aumentar a eficácia de anestesia tópica odontológica 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.