Busca avançada
Ano de início
Entree

Câncer de próstata: alterações nos proteoglicanos da família Sindecan, na enzima de estresse oxidativo sulfiredoxina e na enzima quinase de ciclo celular MELK

Processo: 16/09532-3
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Citologia e Biologia Celular
Pesquisador responsável:Sérgio Luis Felisbino
Beneficiário:Sérgio Luis Felisbino
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Pesq. associados:Flávia Karina Delella ; Flávio de Oliveira Lima
Assunto(s):Neoplasias da próstata  Estresse oxidativo  Matriz extracelular  Proteínas serina-treonina quinases  Ciclo celular 

Resumo

O câncer de próstata (CaP) é o segundo mais frequente e o segundo de maior taxa de morbidade e mortalidade entre os homens. Estudos destacam o papel do estroma na iniciação e progressão do CaP, bem como do estresse oxidativo e de enzimas quinases. Em projeto anterior que contou com a colaboração da Universidade de Cambridge do Reino Unido, duas linhagens de camundongos knockouts, um deficiente em Pten e outro deficiente em ambos p53 e pRb, no epitélio prostático foram utilizadas para gerar o transcriptoma dos lobos prostáticos normais e tumorais, em diferentes estágios de progressão, por sequenciamento de RNAs de última geração. Análises destes transcriptomas têm revelado alterações na expressão de centenas de genes. Neste projeto iremos caracterizar mais detalhadamente, em três subprojetos (já apoiados pela FAPESP na forma de 3 bolsas), alterações em genes relacionados ao estroma reativo, tais como nos proteoglicanos da familia sindecans 1-4 e sua proteína ligante citoplamática Sintenina; no gene relacionado ao estresse oxidativo da enzima sulfiredoxina (Srxn1); e para o gene da enzima serina/treonina quinase MELK (Maternal Embryonic Leucine zipper Kinase). Para isso, pretende-se caracterizar por imunohistoquímica a distribuição tecidual e celular destes proteoglicanos e da Sulfiredoxina nos diferentes estágios do tumor de próstata humana, o padrão de expressão gênica da Sulfiredoxina e MELK por células normais e tumorais prostáticas (RWPE-1, LNCaP e PC3) em diferentes condições de cultura e a viabilidade de células PC3 após silenciamento da transcrição do RNAm para a enzima sulfiredoxina. Estes resultados irão contribuir para um melhor entendimento da participação dos proteoglicanos da famíla Sindecam, da enzima Sulfiredoxina e da enzima MELK no câncer de próstata, e revelar potenciais alvos terapêuticos para o CaP. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
SANMUKH, SWAPNIL GANESH; FELISBINO, SERGIO LUIS. Development of pipette tip gap closure migration assay (s-ARU method) for studying semi-adherent cell lines. Cytotechnology, v. 70, n. 6, p. 1685-1695, DEC 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.