Busca avançada
Ano de início
Entree

The politics of patronage appointments in Brazil

Processo: 16/50201-0
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de outubro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Ciência Política - Estado e Governo
Convênio/Acordo: London School of Economics and Political Science - LSE
Proposta de Mobilidade: SPRINT - Projetos de pesquisa - Mobilidade
Pesquisador responsável:George Avelino Filho
Beneficiário:George Avelino Filho
Pesq. responsável no exterior: Francisco Panizza
Instituição no exterior: University of London, Inglaterra
Instituição-sede: Escola de Administração de Empresas (EAESP). Fundação Getúlio Vargas (FGV). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:13/15658-1 - As instituições políticas subnacionais: um estudo comparativo dos estados brasileiros, AP.TEM
Assunto(s):Administração pública  Parceria público-privada  Cargo público  Funções de confiança  Partidos políticos  Cooperação internacional 

Resumo

O Brasil é amplamente considerado como um país em que a tensão entre burocratas e políticos ilustra os dilemas da formação de coalizões, a gestão das empresas estatais e a prestação de serviços básicos de política social e de infraestrutura. Nomeações clientelistas para cargos de confiança estão no cerne desta tensão. Como vários estudiosos já notaram, esses cargos podem ser distribuídos de acordo com critérios diversos, tais como cimentar coalizões com partidos políticos, ou como parte de um sistema de incentivos complexo para fazer burocratas trabalhar de acordo com as diretrizes presidenciais. Os objetivos deste projeto - que é parte de um projeto de pesquisa mais amplo sobre a política de nomeações clientelistas e a qualidade da administração pública na América Latina - são dois. O primeiro é o de explorar a ligação entre os poderes presidenciais, sistemas partidários e as políticas de nomeação para cargos de confiança. O segundo objetivo do projeto é explorar o impacto das nomeações políticas na qualidade da administração pública. (AU)