Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos tóxicos de microcontaminantes emergentes sobre cadeias alimentares planctônicas

Processo: 16/00753-7
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Pesquisador responsável:Maria da Graça Gama Melão
Beneficiário:Maria da Graça Gama Melão
Instituição-sede: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Pesq. associados:Ana Teresa Lombardi ; Hugo Miguel Preto de Morais Sarmento ; Jaqueline Pérola de Souza
Assunto(s):Água doce  Bioacumulação  Plâncton  Ecotoxicologia 

Resumo

Atualmente, tem aumentado a preocupação com os chamados micropoluentes emergentes, os nanomateriais (NMs) ou nanopartículas (NPs) (1 a 100 nm), que apresentam novas propriedades que lhes conferem inúmeras aplicações tecnológicas, mas cuja interação com a biota aquática é pouco entendida. Estudos que abordem efeitos adversos de NPs sobre os seres vivos são fundamentais para subsidiar agências reguladoras na proposição de legislação de controle. Nesse sentido, uma vez que o plâncton é sensível aos poluentes e constitui a base das cadeias alimentares aquáticas, o principal objetivo deste projeto é investigar os efeitos ecotoxicológicos da exposição de espécies planctônicas nativas a diferentes NPs (nano-TiO2, Fe2O3, FeCu, CuO, CdSe) e suas implicações fisiológicas, bioquímicas e metabólicas, bem como avaliar a assimilação, transferência e bioacumulação em cadeias microbianas dulcícolas tropicais. Nosso grande desafio é a detecção de efeitos crônicos em diferentes níveis de organização biológica (sub-celular, indivíduo, população e comunidade), com contaminações subletais, especialmente por via alimentar. Além das avaliações ecotoxicológicas, as respostas fisiológicas ao nível celular de citotoxicidade (tamanho, quantidade de pigmento, stress oxidativo, viabilidade celular) serão avaliadas com citometria de fluxo. Em ensaios fisiológicos com microalgas, serão determinadas a eficiência fotossintética (Phyto-PAM) considerando o decaimento fotoquímico, taxa de transporte de elétrons e fixação de carbono. Para avaliação do metabolismo dos organismos-teste, serão usados microrespirômetros com micro-sensores de oxigênio de alta performance (pico-amperímetro) em microcâmaras de incubação. Além disso, será investigado o impacto das NPs sobre a composição bioquímica (proteínas, carboidratos, lipídios totais e classes lipídicas - Iatroscan-TLC/FID) dos organismos estudados. (AU)

Publicações científicas (4)
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GEBARA, RENAN CASTELHANO; SOUZA, JAQUELINE PEROLA; MANSANO, ADRISLAINE DA SILVA; SARMENTO, HUGO; GAMA MELAO, MARIA DA GRACA. Effects of iron oxide nanoparticles (Fe3O4) on life history and metabolism of the Neotropical cladoceran Ceriodaphnia silvestrii. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 186, DEC 30 2019. Citações Web of Science: 0.
GONSALVES ALHO, LAYS DE OLIVEIRA; GEBARA, RENAN CASTELHANO; PAINA, KARIME DE ARAUJO; SARMENTO, HUGO; GAMA MELDO, MARIA DA GRACA. Responses of Raphidocelis subcapitata exposed to Cd and Pb: Mechanisms of toxicity assessed by multiple endpoints. ECOTOXICOLOGY AND ENVIRONMENTAL SAFETY, v. 169, p. 950-959, MAR 2019. Citações Web of Science: 1.
PAINA, KARIME DE ARAUJO; GAMA MELAO, MARIA DA GRACA. Zooplankton community structure from tropical temporary ponds during a flood period. LIMNETICA, v. 38, n. 1, p. 189-211, 2019. Citações Web of Science: 1.
DE LUCCA, GISELE MARIA; FREITAS, EMANUELA CRISTINA; GAMA MELAO, MARIA DA GRACA. Effects of TiO2 Nanoparticles on the Neotropical Cladoceran Ceriodaphnia silvestrii by Waterborne and Dietary Routes. WATER AIR AND SOIL POLLUTION, v. 229, n. 9 SEP 2018. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.