Busca avançada
Ano de início
Entree

Formação e dinâmica planetária: do Sistema Solar a exoplanetas

Processo: 16/12686-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Apoio a Jovens Pesquisadores
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de outubro de 2020
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Astronomia
Pesquisador responsável:André Izidoro Ferreira da Costa
Beneficiário:André Izidoro Ferreira da Costa
Instituição-sede: Faculdade de Engenharia (FEG). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Guaratinguetá. Guaratinguetá, SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):17/09478-1 - Introdução ao problema de N-corpos e aplicações, BP.IC
17/09963-7 - Modelagem numérica da formação e da dinâmica de sistemas planetários, BP.IC
16/19556-7 - Formação e dinâmica planetária: do Sistema Solar a exoplanetas, BP.JP
Assunto(s):Formação do sistema solar  Sistema solar  Planetas  Asteroides  Exoplanetas  Caos (sistemas dinâmicos) 
Publicação FAPESP:http://media.fapesp.br/bv/uploads/pdfs/astronomia_5_5.pdf

Resumo

Nesse projeto nós propomos estudar os estágios intermediários e finais de formação planetária através de simulações computacionais. O projeto será desenvolvido em duas frentes. A primeira será focada em estudos da formação dos planetas terrestres no Sistema Solar e a segunda analisará a formação de sistemas de super-Terras quentes ao redor de outras estrelas. A natureza das simulações numéricas deste projeto varia desde simulações do problema de N-corpos puramente gravitacionais até complexas simulações hidrodinâmicas. O objetivo desse projeto é avaliar modelos de formação e evolução dinâmica do Sistema Solar e de sistemas extrassolares. Nos estudos relacionados ao Sistema Solar, o esperado é que os resultados produzidos tragam um melhor entendimento de como os planetas terrestres, os planetas gigantes e o cinturão de asteroides se formaram, de um ponto de vista dinâmico. No contexto de exoplanetas, os resultados desse projeto ajudarão a restringir e distinguir os processos dinâmicos que tiveram papel essencial na formação de sistemas de super-Terras quentes, o tipo de planeta conhecido mais abundante na galáxia. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre o auxílio:
Novo modelo físico explica de onde veio a água da Terra 
Novo modelo para formação de cinturão de asteroides é descrito 
Matéria(s) publicada(s) na Revista Pesquisa FAPESP sobre o auxílio:
As pedras que ficaram 
A origem do cinturão de asteroides 
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.