Busca avançada
Ano de início
Entree

Proteômica funcional: mecanismos de ação de novas drogas, estresse celular e o papel de "Unfold Protein Response" (UPR) das proteínas de retículo endoplasmático em linhagens de glioblastoma.

Processo: 16/10632-2
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Regular
Vigência: 01 de novembro de 2016 - 31 de dezembro de 2018
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Química de Macromoléculas
Pesquisador responsável:José César Rosa
Beneficiário:José César Rosa
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Pesq. associados: Clarice Izumi ; Hélen Julie Laure ; Norberto Peporine Lopes ; Sueli Mieko Oba Shinjo ; Suely Kazue Nagahashi Marie
Assunto(s):Espectrometria de massas  Produtos naturais  Neoplasias  Glioma 

Resumo

As células gliais (astrócitos, oligodendrócitos, micróglia e epêndimócitos), as mais numerosas no cérebro humano, oferecem suporte nutricional, sanguíneo, estrutural e de defesa aos neurônios. Elas podem sofrer mutações dando origem a células tumorais gliais, ou gliomas, dentre os quais, 70% derivam de células astrocíticas. O desenvolvimento de tumores é frequentemente atribuído a um acúmulo de alterações genéticas que permitem às células escaparem ao controle normal da proliferação, apoptose e migração celular. Nosso grupo tem demonstrado a participação de proteínas heat shock, como GRP78 envolvida em UPR e HSPB1/HSP27, com grande impacto na sobrevida de pacientes com GBM. Chaperones moleculares são proteínas consideradas chave na manutenção do proteoma, uma vez que facilitam o enovelamento de polipeptídeos nascentes, bem como no enovelamento e/ou degradação de proteínas mal dobradas. A expressão e a atividade das chaperones moleculares são fortemente regulados, tanto a nível transcricional e pós-translacional no estado do organismo de aumento oxidativo e, consequentemente, o estresse proteotóxico, incluindo no estado de envelhecimento e doenças relacionadas como câncer. Para alcançar esse objetivo pretendemos estudar: 1) Papel das proteínas de heat shock em estresse celular e UPR em linhagens celulares de glioblastoma através de ensaios de proliferação, migração celular, mudanças no proteoma baseado em espectrometria de massas e validação através de Western blot; 2) Intercomunicação celular, através do isolamento e caracterização do perfil proteômico de exossomos originados das linhagens de glioblastoma sob condições de estresse celular e 3) Mecanismos de ação de novas drogas isoladas de produtos naturais, AM04 e AM05, comparados à ação de temozolamida. Com essas abordagens proteômicas e de processos biológicos espera-se contribuir para a obtenção de novas drogas e aumentar o conhecimento da biologia de câncer. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
IZUMI, CLARICE; LAURE, HELEN JULIE; BARBOSA, NAYARA GONCALVES; HASSIBE THOME, CAROLINA; AGUIAR FERREIRA, GERMANO; PAULO BARRETO SOUSA, JOAO; PEPORINE LOPES, NORBERTO; CESAR ROSA, JOSE. Sequesterpene Lactones Isolated from a Brazilian Cerrado Plant (Eremanthusspp.) as Anti-Proliferative Compounds, Characterized by Functional and Proteomic Analysis, Are Candidates for New Therapeutics in Glioblastoma. INTERNATIONAL JOURNAL OF MOLECULAR SCIENCES, v. 21, n. 13 JUL 2020. Citações Web of Science: 0.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.