Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento industrial e comercial de aerogerador de 40kW destinado a micro geração distribuída

Processo: 15/50580-9
Linha de fomento:Auxílio à Pesquisa - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas - PIPE
Vigência: 01 de outubro de 2016 - 30 de novembro de 2018
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Elétrica - Sistemas Elétricos de Potência
Convênio/Acordo: FINEP - PIPE/PAPPE Subvenção
Colaborou com o Tema: Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer)
Pesquisador responsável:Estácio Terui
Beneficiário:Estácio Terui
Empresa:Tey Indústria e Comércio Ltda. - ME
Município: Sorocaba
Assunto(s):Aerogerador  Energia eólica  Geração distribuída  Conversores elétricos  Fontes naturais de energia 

Resumo

Atualmente, a geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis constitui uma tendência inquestionável mundialmente e, no Brasil, com os recentes Leilões de Energia Reserva (LER) para comercialização de energia voltada para fontes renováveis, vem se destacando no cenário global, principalmente com geração eólica; que teve o sou primeiro leilão no final de 2009 e é hoje o 10° maior produtor de energia eólica no ranking mundial. Com a Resolução Normativa 482/2012 da ANEEL, que regula a micro e minigeração distribuída, uma grande oportunidade foi aberta não só para usuário de energia elétrica, mas principalmente para empreendedores que vêm uma oportunidade para suprir a necessidade destes usuários. Desde esta abertura, 764 micro e minigeradores estavam registrados na ANEEL até setembro de 2015. Destes, somente 45 eólicos contra 710 fotovoltaicos, sendo que o aerogerador nacional de maior potência possui 12kW contra 967kW da fotovoKaica, demonstrando que há uma demanda para aerogeradores de maior potência. No nosso mercado, o de maior potência, disponível é de 24hW (da Canoas Eólica) mas sem equipamento conectado até o momento, e não possui certificação. Nossa proposta é oferecer ao mercado um aerogerador de 40kW atendendo aos requisitos estabelecidos pela Portaria 168/2015 do INMETRO e adicionalmente pela norma IEC 61400-2, que define requisitos para aerogeradores de pequeno porte no âmbito internacional. O nosso aerogerador, de 40kW, está no limite da categoria de aerogerador de pequeno porte definida pela IEC 61400-2, que limita a área varrida pelo rotor em 200 m2, possuindo 197 m2. (AU)